terça-feira, 5 de abril de 2011

Sagrada Comunhão, ânsia de nossa alma!


Amado de Deus, estou feliz por estarmos juntos e por partilharmos do mesmo amor e ardor: JESUS CRISTO NOSSO SENHOR!
Iniciei esta semana, depois de um retiro, muito apaixonada por Jesus Eucarístico...grata por reconhecê-Lo na Santa Comunhão, grata por poder, com minhas próprias pernas e com minha vontade, recebê-Lo todos os dias...
Durante alguns anos fui ministra de Eucarístia e lembro-me perfeitamente da última missa que servi, distribuí a Eucarístia em lágrimas, já com imensa saudade de poder estar tão pertinho de Jesus, através deste ministério.
Neste final de semana recebi uma graça enorme...
Durante a última missa do retiro percebi a aflição da Ministra por estar sozinha, então me levantei e ofereci para levar o círio e acompanhá-la até o Sacrário para guardar Jesus.
Como não tinham outras ministras, ela chamou duas que deixaram o ministério junto comigo e nós, juntas, trasladamos as âmbulas do local da missa até o Sacrário, eu segurando o círio mas louca de amor para segurar, um minutinho que fosse, a âmbula com Jesus.
Quando chegamos na Igreja, não conseguimos encontrar a chave do Sacrário, não estava no lugar de sempre. A irmã que segurava uma das âmbulas, deu-a para mim, afim de ir procurar a chave...que alegria, beijei a âmbula, senti um imenso amor e gratidão por esta graça imensa...
Pedi ajuda ao meu anjo da guarda para encontrar a chave e o guarda da Igreja com a maior facilidade do mundo, procurou dentro da caixinha onde se guarda a mesma e encontrou...como assim? Nós duas colocamos a mão dentro da caixinha e a chave não estava!
Percebi que tudo aconteceu porque Jesus me concedeu a graça de segurar a âmbula mais uma vez! Ele atendeu ao meu apelo amoroso!
Lendo o Diário da Irmã Faustina consegui encontrar palavras para descrever a minha profunda gratidão a Jesus Sacramentado, por isto vou transcrevê-lo, para edificação de todos os que, assim com eu, amam, adoram Jesus Eucarístico...vamos aprender com esta Santa que tão apaixonadamente viveu para Jesus, pag. 456/457:


Minha Preparação para Santa Comunhão


O momento mais solene da minha vida é quando recebo a Comunhão. Anseio por cada Santa Comunhão e por elas dou graças à Santíssima Trindade.
Os anjos se pudessem invejar, nos invejariam por duas coisas: a primeira é a recepção da Santa Comunhão; a segunda o sofrimento.
Saio ao encontro e convido-O para a morada do meu coração, prostrando-me profundamente diante da Sua majestade. Mas o Senhor me levanta do pó e me convida como Sua esposa, para me sentar a Seu lado, para Lhe dizer tudo que tenho no coração. E, animada pela Sua bondade, reclino o meu resto no Seu peito e falo-Lhe tudo. Em primeiro lugar, falo do que nenhuma criatura falaria. E depois falo das necessidades da Igreja, das almas dos pobres pecadores, de quanto necessitam da Vossa Misericórdia. Mas o momento passa depressa. Jesus tenho que sair, atendendo as obrigações que me aguardam. Jesus me diz que há ainda um momento para me despedir: Um recíproco e profundo olhar, e por um momento aparentemente nos separamos, mas nunca realmente. Os nossos corações estão incessantemente unidos e, mesmo que exteriormente ocupada com diversas tarefas, a presença de Jesus mergulha-me incessantemente no recolhimento.
...
O que sou eu, e quem sois Vós, Senhor da Glória - glória imortal? Ó meu coração,estás consciente de quem hoje vem te visitar? Sim sei disso, mas estranhamente não posso compreendê-lo. Oh! se fosse ainda apenas um rei, mas é o Rei dos reis, o Senhor dos Senhores. Diante d'Ele treme todo o poder e dominação. E é Ele que vem hoje ao meu coração, a minha alma foi tomada de tamanha reverência que desfaleceu de temor, caindo a Seus pés. Então, Jesus lhe dá a Sua mão e permite bondosamente que se assente a Seu lado. Tranquiliza-a: Estás vendo, abandonei o Trono do céu para Me unir a ti. O que estás vendo é apenas uma pequena parcela e a tua alma já desfalece de amor, mas como se espantará o teu coração quando Me vires em toda a glória? Mas quero te dizer que essa vida eterna deve iniciar-se já aqui na terra pela Santa Comunhão. Cada Santa Comunhão te torna mais capaz de conviver com Deus por toda eternidade."


Então, amado de Deus, vamos aprender com Irmã Faustina a buscar o máximo possível a visita de Jesus ao nosso pobre coração através da Santa Comunhão, experimentando, vivendo a vida eterna já aqui, nesta terra de meu Deus?
Eu quero, sim, do fundo do meu coração é o que mais desejo, estar sempre e incessantemente unida com Jesus pela Santa Comunhão!


PAZ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário