segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

DEVOÇÃO DOS CINCO PRIMEIROS SÁBADOS DO MÊS EM REPARAÇÃO AOS DESGRAVOS COMETIDOS AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA!


Olá irmãos, SALVE MARIA!
Como já é sabido por todos que amam Nossa Senhora, estamos vivendo um ano especialmente mariano, já que vamos comemorar os 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima,em Portugal, e 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba, no Brasil.
Tenho sido incomodada a intensificar minhas orações neste ano, com o desafio, que proponho a você servo de Maria, de oferecer a Nossa Senhora 100 Rosários até o dia 13 de Maio em honra aos 100 anos de sua aparição.
Sei que é um grande desafio, porém, não tenho como negar a imensa necessidade de interceder pela humanidade, de alguma forma auxiliando Nossa Senhora com nossas orações.
Outra moção do Espirito Santo é a de se fazer as cinco comunhões reparadoras nos próximos primeiros cinco sábados do mês em desagravo as ofensas dirigidas ao Imaculado Coração.
Como confirmação deste grande pedido de Nossa Senhora em meu coração, meu pároco postou uma imagem horrível de uma pastora martelando a imagem de Nossa Senhora Aparecida...chego a tremer por tamanha ofensa a Nossa querida mãezinha...
Outro dia ouvi em uma palestra que o rosário martela a cabeça do inimigo, por isto vamos intensificar a oração do rosário, fazendo-o com mais frequência que conseguirmos, para reparar as "marteladas" que a pastora deflagrou na imagem de Nossa Senhora Aparecida.
No dia 13 de julho de 1017, Nossa Senhora pediu as crianças que fizessem a comunhão reparadora nos cinco primeiros sábados em desagravo aos pecados cometidos contra o seu Imaculado Coração.
Minha proposta é para que você aceite o convite de Nossa Senhora e já no mês de fevereiro, neste ano mariano, inicie as cinco comunhões reparadoras em honra ao Imaculado Coração de Maria.
Eu vou fazer, vamos também?
Segue um texto explicativo para que você fique bem ciente das promessas que Nossa querida Mãe fez aos que atendem, com o coração cheio de amor, o seu pedido.
Também este texto esclarece o que é preciso fazer para completar com êxito esta linda devoção e consagração.
Nossa mãezinha está precisando muito de nossa oração afim de que o seu Imaculado Coração atinja e salve muitas almas, inclusive aquelas de sua família.
Então, Nossa Senhora pode contar com sua ajuda?
Que todos aqueles que amam Maria se unam, neste ano mariano, para atender aos seus apelos maternais e sejam seus servos, como na Bodas de Caná, peças fundamentais para o milagre da transformação dos corações...
Vamos encher as talhas com as nossas orações, atendendo ao pedido da Mãe?
Deus nos abençoe e nosso anjo da guarde nos ajude a cumprir com fidelidade, fervor e fé esta santa intenção reparadora!
A PAZ!

A devoção reparadora dos cinco primeiros sábados do mês
Preâmbulo
Os dois pedidos de 13 de julho de 1917.
A 13 de junho de 1917, a Santíssima Virgem disse à Lúcia: “Jesus quer estabelecer no mundo a devoção do meu Imaculado Coração”. Depois os três pastorzinhos viram Nossa Senhora tendo em sua mão direita um coração cercado de espinhos. Compreenderam que era o Coração Imaculado de Maria, ultrajado pelos pecados da humanidade, que pedia reparação.
No dia 13 de julho, a rainha do céu repetiu as mesmas palavras e as esclareceu fazendo dois pedidos concretos e precisos: “Se fizerem o que vou vos dizer, muitas almas serão salvas e haverá paz. [...] Voltarei para pedir a consagração da Rússia ao meu Coração Imaculado e a devoção reparadora dos primeiros sábados (do mês).”
De fato, Nossa Senhora realizou perfeitamente sua promessa:
- Ela veio pedir expressamente a consagração da Rússia à irmã Lúcia, em Tuy, na Espanha, em 13 de junho de 1929:
É chegado o momento em que Deus pede para o Santo Padre fazer, em união com todos os bispos do mundo, a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração, prometendo salvá-la por este meio. São tantas as almas que a Justiça de Deus condena pelos pecados contra mim cometidos, que venho pedir reparação:  sacrifica-te por esta intenção e ora.
- Quanto à devoção reparadora dos primeiros sábados do mês, Nossa Senhora veio explicar à Lúcia, no dia 10 de dezembro de 1925, em Pontevedra na Espanha, onde a vidente era jovem postulante à vida religiosa, nas irmãs dorotéias. Em dezembro de 1927, irmã Lúcia, por ordem de seu confessor, escreveu um relatório dessa aparição, mas por humildade, escreveu este texto na terceira pessoa:
Dia 10 de dezembro de 1925, apareceu-lhe a Santíssima Virgem e, ao lado, suspenso em uma nuvem luminosa, um Menino. A Santíssima Virgem pondo-lhe no ombro a mão, mostrou-lhe ao mesmo tempo um coração que tinha na outra mão, cercado de espinhos. Ao mesmo tempo disse o Menino: “Tem pena do Coração de tua Santíssima Mãe que está coberto de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam, sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar”. Em seguida, disse a Santíssima Virgem: Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar, e dize que todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço, e Me fizerem quinze minutos de companhia, meditando nos quinze mistérios do Rosário, com o fim de me desagravar, Eu prometo assistir-lhes, na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas.”
Notemos que se o ato de consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria depende diretamente da boa vontade da autoridade hierárquica da Igreja (papa e bispos), a devoção reparadora dos primeiros sábados do mês foi pedida a todos os católicos. Desta prática depende a salvação de muitas almas e mesmo a paz do mundo. Daí a importância de todo aquele que é batizado, saber exatamente em que ela consiste.
Mas antes, vejamos como a divina Providência preparou as almas para receber esta devoção.
Premissas de uma devoção
Nossa Senhora, quando pediu à irmã Lúcia, em 10 de dezembro de 1925, em Pontevedra, a prática da devoção reparadora dos cinco primeiros sábados do mês, não estava inovando: este pedido celeste aparece como o apogeu de um movimento de piedade nascido muito tempo antes e encorajado pela Santa Sé desde de 1889.
Sábado, dia consagrado especialmente à Santíssima Virgem
Esta tradição  imemorável data, com toda certeza, dos primeiros séculos da Igreja: a presença da Missa de Nossa Senhora nos Sábados, no missal romano de São Pio V, de 1570, mostra a antigüidade desta prática que consiste em honrar especialmente a Santa Mãe de Deus nesse dia da semana, depois de ter consagrado o dia da sexta feira para comemorar a paixão de Nosso Senhor e os sofrimentos de seu Sagrado Coração.
Foi apoiando-se nesta piedosa tradição que os membros das Confrarias do Rosário habituaram-se a consagrar especialmente à Nossa Senhora, quinze sábados consecutivos de cada ano litúrgico: durante esses quinze sábados, eles se aproximavam dos sacramentos e cumpriam exercícios de piedade particulares em honra dos quinze mistérios do santo rosário. Em 1889, o papa Leão XIII concedeu a todos os fiéis uma indulgência plenária a ser ganha durante um desses quinze sábados.
O primeiro sábado do mês
Foi com o grande papa São Pio X que a devoção dos primeiros sábados do mês foi aprovada e encorajada por Roma.. Em 10 de julho de 1905, ele indulgenciou pela primeira vez esta devoção:
“Todos os fiéis que, no primeiro sábado ou primeiro domingo de doze meses consecutivos, consagrarem algum tempo com a oração vocal ou mental em honra da Virgem Imaculada em sua Conceição ganham, cada um desses dias, uma indulgência plenária. – Condições: confissão, comunhão e oração nas intenções do soberano pontífice”.
A devoção reparadora dos primeiros sábados do mês.
Em 13 de junho de 1912, São Pio X concedia novas indulgências à devoção dos primeiros sábados do mês, insistindo muito na intenção reparadora com a qual esta devoção devia ser praticada:
“A fim de promover a devoção dos fiéis para a gloriosa e imaculada Mãe de Deus, e para favorecer o piedoso desejo de reparação dos fiéis (et ad fovendum pium reparationis desiderium) diante das blasfêmias execráveis proferidas contra o seu augusto nome e as celestes prerrogativas desta mesma bem-aventurada Virgem, Pio X, papa pela divina Providência, dignou-se conceder uma indulgência plenária, aplicável às almas dos defuntos, no primeiro sábado de cada mês, por todos aqueles que, nesse dia, se confessarem, comungarem, cumprirem exercícios particulares de devoção em honra da bem-aventurada Virgem Maria, em espírito de reparação como indicado acima (in spiritu reparationis, ut supra) e rezarem nas intenções do soberano pontífice.
Notemos a providencial coincidência das datas: 13 de junho de 1912, são cinco anos, dia por dia antes da segunda aparição de Nossa Senhora em Fátima, durante a qual os três pastorinhos testemunharam a primeira grande manifestação do Imaculado Coração de Maria vendo-o “cercado de espinhos que pareciam enterrados nele”. “Compreendemos, escreveu Lúcia sobre isto em 1941, na sua quarta Memória, que era o Imaculado Coração de Maria  ultrajado pelos pecados da humanidade que queria reparação”.
Os termos empregados por São Pio X anunciam quase exatamente os termos do pedido de Nossa Senhora em Pontevedra, em 1925: nos dois casos, é sublinhada a extrêma importância da intenção reparadora, única capaz de afastar e apaziguar a cólera de Deus.
Em Fátima e em Pontevedra, Nossa Senhora não é, pois, inovadora: ela veio dar a ratificação do Céu e um novo impulso a um movimento de piedade mariano enraizado na mais pura tradição católica, para encorajar a todos nós, a participarmos dele.
A intenção reparadora, chave desta devoção.
Respondamos, primeiramente, a uma objeção que muitas vezes escutamos da parte de pessoas pouco esclarecidas no domínio da fé. Essas pessoas contestam esta devoção afirmando que ela se opõe à perseverança na vida cristã: com efeito, dizem, bastaria praticar uma só vez na vida a devoção reparadora para ter assegurado sua salvação eterna; depois, as almas poderiam fazer o que quisessem, deixar a prática religiosa e cair nos piores pecados, pois estariam de qualquer maneira salvos para a eternidade! É fácil refutar esta objeção: uma alma que cumprir a devoção reparadora com tal espírito não obteria a graça da perseverança final, ligada por Nossa Senhora a esta prática, já que ela não a faria com reta intenção (condição indispensável a todos nossos atos religiosos e de devoção, para receber as bênçãos e graças de Deus) nem com o cuidado de reparar e consolar o Coração de Maria! Tal prática equivaleria, ao contrário, em abusar gravemente da misericórdia de Deus, utilizando a promessa da salvação eterna feita por Nossa Senhora para legitimar todos os pecados que fossem cometidos em seguida; isto é o pecado de presunção de sua salvação que é um dos sete pecados contra o Espírito Santo!
Reparar pelos pecadores.
As almas que querem praticar a devoção dos primeiros sábados do mês conforme a vontade do Céu, devem fazê-la na intenção geral de reparar e consolar Nossa Senhora, em substituição dos pobres pecadores que ultrajam e blasfemam contra ela: trata-se, por caridade fraterna, de “implorar o perdão e a misericórdia em favor das almas que blasfemam contra Nossa Senhora porque, a essas almas, a misericórdia divina não perdoa sem reparação”. Foi isso que afirmou Nosso Senhor a Lúcia em 29 de maio de 1930, depois de ter revelado as cinco espécies de ofensas e de blasfêmias que se trata de reparar (infra):
“Eis, minha filha, porque motivo o Imaculado Coração de Maria me inspirou  para pedir esta pequena reparação e em consideração a ela, comover minha misericórdia  para perdoar às almas que tiveram a infelicidade de ofendê-lo. Quanto a ti, procure sem cessar, por tuas orações e teus sacrifícios, comover minha misericórdia em relação às pobres almas.”
Esta intenção reparadora, movida pela caridade fraterna, deveria nos dar um grande zelo para cumprir a devoção dos primeiros sábados não apenas cinco vezes em nossa vida, para assegurar a salvação pessoal, mas cada  primeiro sábado, a fim de permitir a salvação  eterna do maior número possível de pecadores. Porque aí está um dos grandes objetivos da devoção reparadora ao Imaculado Coração de Maria: “salvar almas, muitas almas, todas as almas”.
Ora, o conjunto de acontecimentos sobrenaturais de Fátima, Pontevedra e Tuy nos mostra claramente e repetidas vezes, que são muitas as almas condenadas à eternidade:
- A 13 de julho de 1917, os três pastorinhos  têm a visão do inferno, que está longe de ser um lugar vazio:
Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo [...]. Mergulhado nesse fogo, os demônios e as almas [...] almas flutuavam no incêndio, levadas pelas chamas, que delas mesmas saíam, com nuvens de fumo caindo para todos os lados, semelhante ao cair das fagulhas nos grandes incêndios, sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e de desespero que horroriza e fazia estremecer de pavor.
- A 19 de agosto de 1917, no fim da aparição, Nossa Senhora diz aos três videntes:
Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores; que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas.
- A 13 de junho de 1929, na aparição de Tuy, Nossa Senhora concluiu a teofania trinitária com a qual Lúcia foi gratificada, por essas terríveis e surpreendentes palavras:
São tantas as almas que a Justiça de Deus condena por pecados contra mim cometidos que venho  pedir reparação. Sacrifica-te por esta intenção e reza.
Irmã Lúcia sempre afirmou que o número de almas danadas era muito grande. Ela conclui assim sua carta para um jovem, tentado a abandonar o seminário: “Não se surpreenda se falo tanto do inferno. Esta é uma verdade que é necessária lembrar muito nos tempos presentes, porque é esquecida: é um turbilhão de almas que caem no inferno. Então, o senhor não acha que são bem empregados todos os sacrifícios que é preciso fazer para não ir para lá e para impedir que muitos outros caiam lá?”. E ao Padre Lombardi que, em outubro de 1953, a interrogou sobre o inferno, ela respondeu: “Padre, numerosos são aqueles que são condenados.[...] Padre, muitos, muitos se perderão.”
Obter a conversão de um pecador
É também louvável e frutífero praticar esta devoção para obter a conversão desse ou daquele grande pecador de nossas relações. A carta da irmã Lúcia ao bispo titular de Gurza, de 27 de maio de 1943, já citada, esclarece muito bem sobre o poder e eficácia sobrenatural da devoção aos Santíssimos Corações de Jesus e Maria:
“Os Santíssimos corações de Jesus e Maria amam e desejam este culto [para com o Coração de Maria] porque dele se servem para atrair todas as almas a eles e isto é tudo o que desejam: salvar as almas, muitas almas, todas as almas”. Nosso Senhor me dizia, há alguns dias: “Desejo ardentemente a propagação do culto e da devoção ao Coração de Maria porque este Coração é o ímã que atrai as almas para mim, a fornalha que irradia na terra os raios de minha luz e de meu amor, fonte inesgotável de onde brota na terra a água viva de minha misericórdia”.
Pondo toda sua confiança no Imaculado Coração de Maria, muitos católicos portugueses praticaram a devoção reparadora dos cinco primeiros sábados em favor de um próximo, grande pecador e bem afastado da vida cristã. Entre outros, este belo testemunho de uma senhora de Guimarães (norte de Portugal), publicado no boletim de agosto de 2001 da Cruzada Eucarística das crianças de Portugal: esta mulher conta que ela tinha um irmão repatriado de Moçambique, que era um revoltado e um blasfemador. Tinha abandonado a esposa legítima para viver com outra mulher, da qual tinha dois filhos. Para obter do Imaculado Coração de Maria a sua conversão, sua irmã fez por ele e em seu lugar, a devoção dos cinco primeiros sábados do mês:
“No começo de agosto de 1981, meu irmão estava muito mal. Quando lhe perguntaram se queria ver um padre, proferiu blasfêmias contra os padres. Como a doença se agravava, deu entrada em um hospital de Braga. Os outros doentes diziam que ele não tinha um momento de repouso, nem de dia, nem de noite e que não deixava ninguém em paz. Para grande estupefação de todos, em 18 de agosto de 1981, pediu várias vezes um padre. Dois padres vieram administrar os últimos sacramentos. Imediatamente depois que eles saíram inclinou a cabeça para o lado e morreu. Sem dúvida, foi o Coração Imaculado de Maria que salvou meu pobre irmão, que fora tão pecador. Não queria olhar para ele depois de morto, temendo ver seu rosto deformado como o tinha durante sua doença. Mas não pude resistir e me aproximei durante a missa, que teve lugar na capela do hospital. Ele não parecia o mesmo homem! Estava tão bonito, sorridente. Parecia que sua amargura se transformara em alegria”.
O que é preciso fazer
Uma alma cristã que deseje realizar perfeitamente a devoção reparadora dos primeiros sábados do mês deve fazer, durante cinco primeiros sábados consecutivos, na intenção geral de reparar seus próprios pecados e os de toda a humanidade, junto ao Coração Imaculado de Maria, quatro atos diferentes de piedade:
1 -  A confissão, que pode ser antecipada, até mesmo mais de oito dias, se for impossível ou muito difícil se confessar no primeiro sábado. O mais importante é ter a intenção, se confessando, de reparar o Coração Imaculado de Maria. (É preciso também, naturalmente,  estar em estado de graça no primeiro sábado do mês a fim de fazer uma boa e frutífera comunhão.) A intenção reparadora deve ser dita ao confessor? Irmã Lúcia nunca mencionou se é preciso dizer alguma coisa ao padre. Uma formulação interior, puramente mental, é suficiente. Nosso Senhor até mesmo acrescentou que aqueles que esquecessem de formular a intenção reparadora “poderão formulá-la na confissão seguinte, aproveitando a primeira ocasião que tiverem para se confessar.”
2 – Recitação do terço: Nossa Senhora, em Fátima, insistiu muito na recitação quotidiana do terço. Foi esse o único pedido que ela repetiu para as crianças em todas as seis aparições, de 13 de maio a 13 de outubro de 1917: nesse dia revelou aos pastorinhos sua identidade: “Sou Nossa Senhora do Rosário”. Não é, pois, de espantar que a recitação do rosário seja encontrada na devoção reparadora dos primeiros sábados . Além disso, como não existe oração vocal mais mariana do que o terço, convém que este seja integrado a essa devoção já que se trata de reparar as ofensas feitas à Nossa Senhora e a seu Coração Imaculado.
3 – Os 15 minutos de meditação sobre os 15 mistérios do rosário: Trata-se de “fazer companhia a Nossa Senhora durante15 minutos, meditando sobre os 15 mistérios do rosário, em espírito de reparação”. Isto não quer dizer que se deva meditar todo primeiro sábado sobre os 15 mistérios em sua totalidade, passando um minuto em cada mistério. Ao contrário, cada alma está livre para organizar seu quarto de hora de meditação como entender, desde que o objeto da meditação seja os mistérios do rosário. Algumas almas preferirão meditar o mesmo mistério durante vários primeiros sábados, outras um mistério diferente cada primeiro sábado, outras ainda três mistérios cada primeiro sábado (cinco minutos por mistério), etc. Sendo as almas diferentes umas das outras, é normal que tenham gostos e necessidades espirituais diferentes; é por isso que a Igreja sempre teve o cuidado de deixar aos fiéis uma grande amplidão para cada um organizar sua vida espiritual.
4 – A comunhão, que é o ato essencial da devoção reparadora. Para compreender bem toda sua importância, convém colocá-la em paralelo com a comunhão das nove primeiras sextas-feiras do mês, pedidas pelo Sagrado Coração em Paray-le-Monial e com a comunhão milagrosa dos três pastorinhos de Fátima, no outono de 1916: o Anjo da Guarda de Portugal deu então a esta comunhão um espírito eminentemente reparador, repetindo seis vezes com as crianças (três vezes antes da comunhão e três vezes depois) as palavras que são chamadas a segunda oração do Anjo:
“Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, eu vos adoro profundamente e vos ofereço o preciosíssimo Corpo, Sangue Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que ele mesmo é ofendido; e pelos méritos infinitos de seu Sacratíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria, peço-vos a conversão dos pobres pecadores.”
No contexto da atual crise da Igreja é certo que esta intenção reparadora toma uma nova dimensão: quantas irreverências, sacrilégios são causadas pela reforma litúrgica de Paulo VI: não apenas pela comunhão dada na mão, como também distribuída a todos os assistentes sem nunca lembrar a necessidade do estado de graça; pela supressão das marcas de adoração ao Santíssimo  Sacramento, etc. Hoje, a comunhão dos primeiros sábados deve ser feita para reparar todas essas profanações.
Um último ponto importante: a prática da devoção reparadora em seu conjunto “será aceita no domingo que segue o primeiro sábado, quando meus padres, por motivos justos, o permitirem às almas.”  É pois, aos padres, e não à consciência individual de cada um, que Jesus confia o cuidado de conceder esta facilidade suplementar, tão misericordiosa. Por essa concessão, talvez Nosso Senhor fizesse alusão a estes tempos em que estamos, onde não é sempre fácil aos fiéis assistir à verdadeira missa no sábado. Em todo caso, esta disposição torna mais fácil a prática da comunhão reparadora para os católicos fiéis de hoje.
Disposições requeridas
É muito simples praticar a devoção reparadora dos primeiros sábados do mês. Está ao alcance de toda alma que põe um mínimo de generosidade na base de sua vida cristã, ainda mais que o Céu deu uma grande amplidão para a confissão e a comunhão. Infelizmente, muitas vezes, a ignorância, a moleza espiritual e a negligência se conjugam para afastar as almas, mesmo as mais fiéis, desta prática que, no entanto, é tão salutar, já que Nossa Senhora a ligou à perseverança final e à salvação eterna: “Prometo assisti-las na hora da morte com todas as graças necessárias à sua salvação.”
A desproporção entre a pequena devoção pedida (os primeiros sábados de cinco meses  consecutivos, uma só vez na vida!) e a graça prometida (a salvação eterna de sua alma) ilustra de maneira estrondosa o grande poder de intercessão concedido à Virgem Maria para a salvação de nossas almas: Nossa Senhora é verdadeiramente, em virtude de sua maternidade divina, nossa advogada e nossa medianeira junto ao coração de Deus. Padre Alonso,  claretiano espanhol que foi o grande especialista de Fátima até sua morte em 1982, escreveu sobre este assunto:
“A grande promessa [da salvação eterna] não é nada mais do que uma nova manifestação deste amor de complacência da Santíssima Trindade para com a Virgem Maria. Para aquele que compreende isto é fácil admitir que a humildes práticas estejam ligadas maravilhosas promessas. Ele se entrega então filialmente à elas com um coração simples e confiante na Virgem Maria.”
Em algumas linhas o Padre Alonso nos desvenda algumas boas disposições necessárias para fazer bem esta devoção:
- uma grande simplicidade e humildade de coração;
- uma devoção marial inteiramente filial e cheia de confiança.
O Menino Jesus, aparecendo à irmã Lúcia em 15 de fevereiro de 1926, nos dá a terceira disposição necessária:
- um fervor profundo.
Com efeito, nesse dia, irmã Lúcia dirigiu estas palavras ao Menino Jesus:
“Mas meu confessor dizia em sua carta que esta devoção não fazia falta ao mundo porque já havia muitas almas que  vos recebia  todo primeiro sábado, em honra de Nossa Senhora e dos quinze mistérios do rosário”.
O Menino Jesus lhe respondeu:
“É verdade, minha filha, que muitas almas começam, mas poucas vão até o fim; e aquelas que perseveram, não fazem para receber as graças que estão prometidas. As almas que fazem os cinco primeiros sábados com fervor e com o fim de reparar o Coração de tua Mãe do Céu me agradam mais do que aquelas que fazem quinze, sem ardor e indiferentes”.
Para falar agora da quarta disposição requerida para esta prática é preciso lembrar que o Céu nos pede cinco primeiros sábados de cinco meses consecutivos, e não nove, doze ou quinze. Porque este número? Lúcia perguntou a Nosso Senhor durante uma Hora Santa, em 29 de maio de 1930, em Tuy, e lhe foi respondido:
“Minha filha, o motivo é simples. Há cinco espécies de ofensas e de blasfêmias proferidas contra o Coração Imaculado de Maria:
1 – as blasfêmias contra a imaculada conceição da Virgem Maria;
2 – as blasfêmias contra sua virgindade;
3 – as blasfêmias contra sua maternidade divina, recusando ao mesmo tempo reconhecê-la como mãe dos homens;
4 – as blasfêmias daqueles que procuram publicamente por no coração das crianças a indiferença ou o desprezo, ou mesmo o ódio em relação a esta Mãe imaculada;
5 – as ofensas dos que a ultrajem diretamente nas suas santas imagens."
“Ai está, minha filha, o motivo pelo qual o Coração Imaculado de Maria me inspirou para pedir esta pequena reparação”.
Como, hoje em dia, não pensar nos ataques à dignidade, aos privilégios, às honras devidas à Virgem Maria, perpetradas pelos próprios homens da Igreja? Lembremos o que se passou no concilio Vaticano II, onde, longe de definir a mediação universal e a corredenção de Nossa Senhora, como muitos pediam, os bispos progressistas conseguiram fazer rejeitar o esquema sobre a Virgem Maria para pô-lo como simples anexo no esquema sobre a Igreja e isto para agradar aos protestantes; triste concílio, onde nem mesmo um só texto cita o terço como devoção a ser encorajado junto aos fiéis. Seguiu-se uma diminuição considerável do culto mariano em toda a Igreja. A impiedade da nova religião para com Nossa Senhora é certamente para ser incluída na intenção reparadora daqueles que praticam a devoção dos primeiros sábados.
Notemos que as três primeiras espécies de blasfêmias que se trata de reparar vão contra três dogmas de fé definidos. Pode-se então acrescentar uma quarta disposição às três já citadas:
- convém fazer esta devoção reparadora com espírito de fé e para pedir a Nossa Senhora a insigne graça de conservar a verdadeira fé católica em nossas almas, até a hora da nossa morte, no meio da apostasia geral do mundo que nos cerca, nutrido por utopias malsãs, de revoltas e de impiedade.                                                              
Tomemos a peito reparar a honra de Nossa Senhora, tão ultrajada pela ingratidão dos homens e para isso utilizemos a devoção que ela mesmo veio nos indicar, pedindo-lhe com insistência e perseverança as boas disposições de alma para bem praticá-la.( Padre Fabrice Delestre)


terça-feira, 8 de novembro de 2016

TERÇO MARIA PASSA NA FRENTE


Queridos irmãos, a paz!
Esta semana estamos unidas, algumas escravas de Nossa Senhora, em oração para o encontro glorioso de nossos filhos e maridos.
Mas o que representa este encontro glorioso?
A Luz do Espírito Santo nos mostrou, com alguns exemplos, o que significa este encontro glorioso: São Francisco e Santa Clara, Santo Agostinho e Santo Ambrósio, Tobias e Sara, Maria e Izabel!
Este encontro glorioso é aquele provocado pela Providência Santíssima, para abrir o que chamamos de "janela para o céu", ou , melhor dizendo, o despertar para o céu para a verdadeira conversão de nossos filhos e maridos.
Para esta intenção, formamos grupos de sete mães, pelo menos, onde, cada uma se compromete a permanecer uma hora, em um dos dias da semana, diante do sacrário, levando os nomes dos nossos filhos, e fazer as seguintes orações:
1. Salmo 23
2. Terço Maria Passa na frente
3. Terço da Providência Santíssima
4. Ler Tobias 12 e fazer a ladainha de São Rafael.
Em seguida, fazemos orações pedindo proteção para nossos filhos contra os encontros "desastrosos" provocados pelo inimigo de Deus, que têm como condão desviar nossos filhos do caminho do céu e, como exemplo deste tipo de encontro, temos de Judas com os Fariseus, o chamado dia das "Trevas", quando Judas decide trair Jesus, ou até mesmo, o encontro de Eva com a Serpente.
Pedindo esta proteção, rezamos:
1.7 vezes o Magnificat, que representam as "estacas" onde se prendem a cerca de proteção para nossa família e nossos filhos contra os ataques do maligno. Com o Magnificat estamos colocando Maria como Porteira desta cerca, ou seja, Ela permitindo ou proibindo estes encontros na vida da nossa família;
2.Rezamos o terço da Vitória pelas Chagas de Jesus;
3.Salmo 90
4.Por fim fazer oração em Tobias 8,15
É uma grande benção irmãos quando nos reunimos com a Mãe do Céu em oração pelos Seus filhos, podemos fazer a experiência deste amor que inunda o coração da Mãe de Deus, pelos seus filhinhos que correm tanto perigo... Ela quer se antecipar, Ela os quer proteger, Ela os quer alcançar e Ela precisa de nós, da nossa ajuda, da nossa oração, da nossa renúncia, do nosso jejum...
E você, pai ou mãe, não quer também ser esta ajuda à Nossa Senhora?
Monte aí com seus irmãos de oração o grupo e rezem, rezem para este encontro glorioso acontecer na vida dos seus filhos e dos filhos que estão no coração Imaculado de Nossa Senhora!
Acredite, o milagre acontecerá!!!
Se não conseguir sete mães para preencher os sete dias da semana, repete os dias, mas o importante é que em todos os dias da semana, do cerco, esteja alguém diante do Sacrário entregando os filhos para Jesus e intercedendo junto com nossa Mãe do Céu!
Força e fé! Coragem! Levanta-Te! O tempo corre, e a necessidade é grande!
Deus Abençoe!
SALVE MARIA!
A PAZ!

Seguem os terços a serem rezados:

1.Terço Maria Passa na Frente:
Pai-Nosso, Ave-Maria, Gloria
Contas Grandes: Oração Maria Passa na frente:
"Maria, passa na frente e vai abrindo estradas, portas e portões, abrindo casas e corações.
A Mãe indo à frente, os filhos estão protegidos e seguem teus passos. Ela leva todos os filhos sob sua proteção.Maria, passa na frente e resolve aquilo que somos incapazes de resolver. Mãe, cuida de tudo que não está ao nosso alcance. Tu tens poderes para isso.Vai Mãe, vai acalmando, serenando e amansando os corações, vai acabando com o ódio, os rancores, mágoas e maldições. Maria, vai terminando com as dificuldades, tristezas e tentações, vai tirando seus filhos das perdições. Maria, passa na frente e cuida de todos os detalhes, cuida, ajuda e protege a todos os seus filhos. Maria Tu és a Mãe também porteira. Vai abrindo o coração das pessoas e as portas nos caminhos. Maria, eu te peço, passa na frente e vai conduzindo, levando, ajudando e curando os filhos que precisam de Ti.Ninguém pode dizer que foi decepcionado por Ti, depois de ter chamado ou invocado. Só tu, com o poder de teu Filho, pode resolver as coisas difíceis e impossíveis. Nossa Senhora, faço esta oração pedindo a tua proteção."
Contas Pequenas: "São Gabriel com Maria, São Rafael com Tobias, São Miguel com todas as hierarquias abri para nossos filhos o caminho para o encontro glorioso de suas vidas!"
1º Mistério ler Tob 7,11
2º Mistério ler Tob 7, 15b
Mistério ler Tob 6,18
4º Mistério ler Tob 10,12
5º Mistério ler Tob 12,12

2.Terço da Providência:
Pai Nosso, Ave Maria, Gloria:
Nas contas grandes:
"Ó Providência Santíssima do Eterno e Onipotente e Misericordiosíssimo Deus que tudo tendes providenciado e providenciarei para o nosso bem, providenciai em todas as nossas necessidades, assim creio, assim espero, seja sempre feita a vossa Santíssima Vontade. Amem."
Nas contas pequenas: Providencia Santíssima, providenciai o encontro glorioso para nossos filhos.
No final 3 vezes: "Deus provê, Deus proverá e sua Infinita Misericórdia Jamais Faltará!"

3.Terço da Vitória pelas Santas Chagas:
 Pai Nosso, Uma Ave-Maria e o Creio.
Em cada dezena reza-se:
Nas contas  grandes sempre rezar: “ Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo”
Nas contas pequenas:
1º Mistério: “ Jesus, pelas chagas da sua cabeça liberte e proteja nossos filhos dos encontros desastroso”
2º Mistério: “ Jesus, pela chaga do seu coração liberte e proteja nossos filhos dos encontros desastroso” 
 3º Mistério: “ Jesus, pelas chagas das suas mãos liberte e proteja nossos filhos dos encontros desastroso”
4º Mistério: “ Jesus, pelas chagas dos seus pés liberte e proteja nossos filhos dos encontros desastroso” 
5º Mistério: “ Jesus, por suas cinco chagas  liberte e proteja nossos filhos dos encontros desastroso” 

No final: “ Jesus, o Senhor tomou sobre si as nossas dores e enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos, pelo seu sangue redentor, liberta-nos do peso da angústia, das dívidas, do desemprego, brigas, discórdias, desamor, medo, falta de perdão, intrigas, maldades desunião, inveja, ciúme, divisão, e  reaviva em nós o dom da fé, da esperança e da caridade. Amém”

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Terço do Exorcismo das Lágrimas de Sangue da Virgem Poderosa


Queridos irmãos, a paz!
Conheci este terço já há alguns anos e ele tem uma força impressionante contra o mal!
Ao rezarmos invocamos as lágrimas de Sangue da Virgem Maria!
Resolvi postar esta riqueza, diante de tantas pessoas me pedindo oração e, também, pela clara ação do mal para atrapalhar os desígnios de Deus na vida de seus filhos...
Na aparição de Salette, cuja festa comemoramos dia 19/09, Nossa Senhora disse aos jovens Maximino Giraud(11 anos) e Melânia Calvat(15 anos), com o rosto nas mãos chorando:

"-Fazei bem vossas orações, meus filhos?
-Não muito bem, responderam os videntes.
-Ah! meus filhos, é preciso fazê-la bem à noite e de manhã. Quando não puderdes rezar mais, rezai pelo menos um pai-nosso e uma ave-maria.Quando tiverdes tempo é preciso rezar mais..."

Se você ama Nossa Senhora, como não atender ao Seu apelo?
Como não experimentar a força e o poder das lágrimas da Mãe de Deus?
Faça a experiência com este terço e verá maravilha!

Deus te abençoe, coragem e reze mais, cada vez mais!
SALVE MARIA!




Terço do Exorcismo das Lágrimas de Sangue da Virgem Poderosa

1.Oração do Espírito Santo:
Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo de vosso amor.
Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.
OREMOS: Deus que instruístes os corações de vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.
2.Oração de São Miguel Arcanjo
São Miguel Arcanjo defendei-nos no combate, sede nosso refugio contra as maldades e ciladas do demônio! Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos; e vós, Príncipe da Milícia Celeste, pelo poder Divino, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder e condenar as almas. Amém.
ORAÇÃO:
 Suplica - Perdão  - Renuncia – Exorcismo – Manifesto – Aceitação – Consagração - Invocação Efusão do Espírito Santo - Louvor a Santíssima Trindade:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Ó Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria. Confiante na infinita misericórdia, que brota dos vossos corações, venho humildemente, prostrar-me na vossa presença. Peço-vos perdão, por todos os meus pecados, especialmente toda forma de idolatrias, impurezas, ódios, egoísmos e injustiças, praticadas contra Deus, contra o próximo e contra mim mesmo. Firmemente renuncio a satanás, a todas as suas obras e enganações malignas. Decididamente renuncio ao demônio, que é o pai e principio de todo pecado. Em nome de Jesus Cristo, pela intercessão da Virgem Maria e com a proteção de São Miguel Arcanjo, expulso da minha vida, todos os espíritos impuros e ordeno-lhes que vão debaixo dos pés de Jesus, nosso Salvador. Eu sou lavado, pelo sangue redentor de Jesus Cristo. Eu sou purificado, pelo fogo abrasador do Espírito Santo. Renovo agora as promessas e consagrações do meu batismo. Definitivamente aceito, Jesus Cristo como meu Salvador, Rei e único Senhor. Aceito a sua Mãe, a Virgem Maria como minha querida Mãe e Rainha. Em verdade, livre, inteira e completamente, com tudo o que sou e tenho. Em meu passado, presente e futuro. No meu corpo, mente e espírito. Com tudo que envolve a minha existência. Consagro-me ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria. Quero a partir de agora, viver na vossa presença, buscando a santidade e praticando a justiça. Para isso peço-vos uma nova efusão do Espírito Santo, com seus dons, carismas e frutos. Que toda a minha vida, seja um hino de louvor a Santíssima Trindade. Afirmo tudo isso em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Rezar um Credo... 1 Pai-Nosso...3 Ave Marias e 1 Glória

Mistérios do Terço
1.Primeiro Mistério contemplamos como Jesus nos deu um exemplo brilhante na luta contra satanás e seu reino.
2.Segundo Mistério contemplamos como Jesus venceu a morte e o inferno pela sua paixão e morte na cruz.
3.Terceiro Mistério contemplamos a Cruz de Cristo que se tornou um Sinal de terror para satanás.
4.Quarto Mistério contemplamos como Jesus deu a Virgem Maria a força de esmagar a cabeça de satanás.
5.Quinto Mistério contemplamos como Jesus deu a Virgem Maria o poder sobre satanás eternamente.
Nas contas grandes:
Magnificat:
Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade da sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas Aquele que é poderoso e cujo Nome é santo. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que O temem. Manifestou o poder de Seu braço, desconsertou os corações dos soberbos. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. Acolheu a Israel, Seu servo, lembrado da Sua misericórdia. Conforme prometera a nossos pais em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre. Amém.
Nas contas pequenas:
Virgem Poderosa, Imaculada Conceição, Rainha das Vitórias, que as vossas Lágrimas de Sangue destruam as forças do inferno que se levantam contra (falar a intenção) e impede que os desígnios de Deus se cumpram em sua vida. Amém!
Nas vezes do Glória:
A Cruz Sagrada seja minha Luz, não seja o dragão, meu guia, retire-se satanás, nunca me aconselhes coisas vãs, é mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo o teu próprio veneno.
No final do terço:
Salve Rainha e:
Levanta-se Deus, intercedendo a Bem-Aventurada Virgem Maria, São Miguel Arcanjo e todas as Milícias Celestes. Que sejam dispersos seus inimigos e que fujam de Vossa Face todos os que vos odeiam e vos perseguem. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

terça-feira, 5 de julho de 2016

TERÇO DA VITÓRIA PELO SANGUE DE JESUS

Queridos irmãos a paz!
No último post coloquei um incentivo para que você, pai ou mãe, faça um grupo de Santa Mônica na sua comunidade, reunindo sete mães (ou pais) que se comprometam a ficar uma hora no Santíssimo durante todo o mês. Cada dia da semana, um pai ou mãe se prostra no Sacrário e coloca no Coração de Jesus Eucarístico a vida dos nossos filhos...
Esta inspiração veio ao meu coração quando fazia a Via Sacra, na última segunda feira de junho, e na oitava estação, o Senhor me levou ao conhecimento da necessidade urgente de levantar mães e pais para rezarem por seus jovens filhos, os meninos e as meninas de Jesus que estão se perdendo neste mundo, deixando-se seduzir pelo materialismo desenfreado, pelo imediatismo, comodismo, pela falta de perspectiva, a falta de coragem para luta, até mesmo de um certo conformismo que não é de Deus!
Na oitava estação, Jesus alerta em Lucas 23, 27-31 :

«Filhas de Jerusalém, não choreis por Mim, chorai antes por vós mesmas e pelos vossos filhos; pois virão dias em que se dirá: “Felizes as estéreis, os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram”. Hão-de, então, dizer aos montes: “Caí sobre nós!” E às colinas: “Cobri-nos!” Porque, se tratam assim a madeira verde, o que não acontecerá à seca?»

Estamos vivendo este tempo, esta profecia de Jesus se concretiza hoje em nossos jovens e quantas mães e pais, não choram por seus filhos perdidos nas mentiras de falsas doutrinas que apontam um caminho de falsa felicidade, passageira, que não exige sacrifício, que é egoísta, individualista, materialista...
Em Marcos 9, 14-29, traz um episódio onde um pai leva até Jesus seu filho endemoninhado, atormentado pelo espírito "mudo"... o pai diz que tendo levado este filho aos discípulos eles não conseguiram curá-lo... Jesus os repreende: "Geração incrédula! Até quando estarei convosco? Até quando os suportarei? Trazei-o a mim!(19)"
É UMA ORDEM!
Ao montar os grupos de Santa Mônica, ao levar nossos filhos até o Sacrário estamos obedecendo esta ordem de Jesus...entende?
Jesus, pergunta ao pai o que acontece com seu filho... o pai desesperado narra o fato e diz..."Se tu podes, ajuda-nos, tem compaixão de nós!"(22)
Jesus responde: "Se tu podes!...Tudo é possível àquele que crê!" (24)
E, por fim, questionado pelos discípulos Jesus alerta:
"Essa espécie de demônio (mudo) não pode sair a não ser com oração e jejum!" (29)
Sendo assim, CORAGEM!!! Vamos a luta pelos nossos filhos, a oração tem o poder de livrá-los de todo mal!!!
PAIS! Rezem pelos seus filhos, é urgente!!!!
Na esperança de tê-los convencido a necessidade urgente de oração pelos nossos jovens e, para  enriquecer seu caminho de oração neste mês de julho, dedicado ao Sangue Preciosíssimo de Jesus, vou postar o Terço da Vitória pelo Sangue de Jesus!
FORÇA! AVANTE! Jesus precisa de você!
Quando estiver rezando, coloque os seus filhos e todos os demais que estão no Coração de Nossa Senhora e cujos pais ainda dormem, vamos juntos com nossa Mãe do Céu fazer uma grande corrente de oração!
SALVE MARIA!


TERÇO DA VITÓRIA PELO SANGUE DE JESUS

Iniciar com o Creio, Pai Nosso, 3 Ave Marias
Rezar no lugar do Pai-Nosso: “Pelo poder do Sangue de Jesus, veremos prodígios”.
1º Mistério
No primeiro mistério, clamamos o Sangue de Jesus para que nos lave, nos purifique e liberte  e aos nossos filhos dos nossos pecados.
Pai Nosso…
Nas contas pequenas, reza-se: “Somos vitoriosos pelo Sangue de Jesus”. (10 vezes)
Glória ao pai...
2º Mistério
No segundo mistério, clamamos pelo Sangue de Jesus para que quebre todas as maldições sobre nós e nossos filhos e familiares.
Pai Nosso…
Nas contas pequenas, reza-se: “Pelo poder do Sangue de Jesus, quebro todas as maldições sobre nós, nossos filhos e familiares”. (10 vezes)
3º Mistério
No terceiro mistério, clamamos pelo Sangue de Jesus sobre nossos relacionamentos afetivos e os dos nossos filhos;
Pai Nosso…
Nas contas pequenas, reza-se: “Pelo poder do Sangue de Jesus, quebro e dissolvo toda desarmonia, desavença e falta de compreensão em nossa vida e na vida dos nossos filhos para que flua o amor”.(10 vezes)
4º Mistério
No quarto mistério, clamamos pelo Sangue de Jesus para quebrar todas as dificuldades em nossa vida profissional e dos nossos filhos.
Pai Nosso…
Nas contas pequenas, reza-se: “Pelo poder do Sangue de Jesus, quebramos todas as dificuldades em nossa vida profissional e dos nossos filhos, em todos os nossos trabalhos”. (10 vezes)
5º Mistério
No quinto mistério, clamamos pelo Sangue de Jesus, pela nossa saúde e pela saúde dos nossos filhos e a de todos os que nos pedem oração.
Pai Nosso…
Nas contas pequenas, reza-se: “Pelo poder do Sangue de Jesus, seja restaurada a nossa saúde, dos nossos filhos a de todos aqueles  que nos pedem orações”. (10 vezes)
Termina coma Salve Rainha.

sexta-feira, 1 de julho de 2016


Queridos amigos de Deus a paz!
Sinto como nunca uma enorme necessidade em propagar a oração pelos nossos filhos, pelos nossos jovens...
Não sei se é porque, nos últimos tempos, tenho sido abordada por muitas mães que enfrentam sérios problemas com seus filhos... sinto mesmo como que se Nossa Senhora "implorasse" para que juntos com Ela enfrentássemos esta batalha travada contra satanás que quer roubar nossos filhos do Caminho de Deus!!!
Em minha comunidade estamos fazendo, neste mês de julho, o Grupo de Santa Monica, sete mães que se comprometem a ficar uma hora por semana diante do Sacrário, entregando ao Coração Misericordioso de Jesus nossos filhos... Assim todos os dias da semana nossos filhos estão sendo entregues á Jesus o Sacrário por uma Mãe...
O Mês de Julho é dedicado ao Sangue Precioso de Jesus, então, estamos clamando este Sangue Precioso sobre a vida de nossos filhos...
Hoje, dia primeiro, foi o meu dia e senti um profundo amor por todos os filhos e filhas perdidos de Maria, e a necessidade da oração... senti mesmo que nossas orações emitem uma Luz que invade cada célula do corpo de nossos filhos, santificando-os...
Mães, Pais, não podemos esmorecer... lutemos como bravos soldados de Maria pela conversão sincera e verdadeira de nossos filhos...
Vou postar um lindo terço para ser rezado pelos nossos filhos...
Coragem irmãos, o céu precisa de seu SIM da sua oração, da firmeza de seu coração...
Vamos lá, crie um grupo de sete mães ou pais, aí na sua comunidade e reze, reze, reze pelos seus filhos... a situação é urgente!
Deus nos abençoe a todos, SALVE MARIA!
A PAZ!


TERÇO DOS FILHOS:
Rezar o Mistério do dia:

1.Creio/ Pai Nosso/ 3 Ave-Marias e 1 Glória;

-Medita-se o 1º mistério e depois reza o Pai-Nosso:
Nas 10 Ave Marias: Obrigada, Senhor...
-pelos filhos que nos deste, Ave Maria...
-pela saúde de nossos filhos,Ave Maria...
-pelos questionamentos de nossos filhos,Ave Maria...
-pelo caráter de nossos filhos,Ave Maria...
-pela alegria de nossos filhos,Ave Maria...
-pela responsabilidade de nossos filhos,Ave Maria...
-pela inteligência de nossos filhos,Ave Maria...
-pelas amizades de nossos filhos,Ave Maria...
-pelos momentos que temos com nossos filhos,Ave Maria...
-pelos dons de nossos filhos,Ave Maria...

-Glória e jaculatória normal do terço...

-No 2º Mistério e depois reza o Pai-Nosso:

Nas 10 Ave Marias: Cura, Senhor:
-toda enfermidade de nossos filhos,Ave Maria...
-o trauma e o medo de nossos filhos,Ave Maria...
-a falta de paciência de nossos filhos,Ave Maria...
-o ciúme entre irmãos dos nossos filhos,Ave Maria...
-o complexo de inferioridade de nossos filhos,Ave Maria...
-a agressividade dos nossos filhos,Ave Maria...
-a falta de humildade de nossos filhos,Ave Maria...
-toda tristeza de nossos filhos,Ave Maria...
-todo egoísmo de nossos filhos,Ave Maria...
-a falta de perdão dos nossos filhos,Ave Maria...

-Glória e jaculatória normal do terço...


-3º Mistério  e depois reza o Pai-Nosso:
Nas 10 Ave Marias: Abençoai, Senhor...
-as viagens dos nossos filhos,Ave Maria...
-os projetos dos nossos filhos,Ave Maria...
-os profissionais da saúde que atendem nossos filhos,Ave Maria...
-os professores que orientam nossos filhos,Ave Maria...
-o lazer com responsabilidade dos nossos filhos,Ave Maria...
-a escola e o trabalho dos nosso filhos,Ave Maria...
-as amizades dos nossos filhos,Ave Maria...
-os namoros e o casamento dos nossos filhos,Ave Maria...
-as escolhas e decisões dos nossos filhos,Ave Maria...
-a presença de Maria na vida dos nossos filhos,Ave Maria...

-Glória e jaculatória normal do terço...

-4º Mistério e depois reza o Pai-Nosso:
Nas 10 Ave Marias: Fortalecei, Senhor...
-a fé dos nossos filhos,Ave Maria...
-o amor e respeito na nossa família,Ave Maria...
-as virtudes dos nossos filhos,Ave Maria...
-a alegria de viver e a esperança dos nossos filhos,Ave Maria...
-a vontade de lutar por um mundo melhor nos nossos filhos,Ave Maria...
-a perseverança em novos projetos nos nossos filhos,Ave Maria...
-a paz dentro do coração dos nossos filhos,Ave Maria...
-a saúde dos nossos filhos,Ave Maria...
-a conversão e a salvação dos nossos filhos,Ave Maria...
-o desejo de estudar e do conhecimento nos nossos filhos,Ave Maria...

-Glória e jaculatória normal do terço...

-5º Mistério e depois reza o Pai-Nosso:
Nas 10 Ave Marias: Afastai, Senhor...
-a corrupção e a violência dos nossos filhos,Ave Maria...
-as doenças da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-as drogas e o álcool da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-as más companhias da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-a discórdia entre pais e filhos da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-a inveja da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-o acidente da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-o desânimo da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-as injustiças da vida dos nossos filhos,Ave Maria...
-tudo o que os afasta de Ti...Ave Maria...

-Glória e jaculatória normal do terço...

SALVE RAINHA




quarta-feira, 15 de junho de 2016

Verdades e Efeitos sobre a Consagração total a Virgem Maria pelo método de Monfort


Olá queridos irmãos, SALVE MARIA!
Hoje vou falar um pouquinho sobre a consagração total à Virgem Maria proposta por São Luiz Maria Grignion de Monfort.
Este ano faço a 6ª renovação da Consagração Total pelo método de Monfort e, através deste post quero te levar ao conhecimento dos efeitos, da riqueza, do tesouro que é esta consagração.
Tenho certeza que, quem conhece e contempla Maria, sua bondade, sua doçura, sua pronta ajuda, não tem coragem de deixá-La de lado e prosseguir o caminho sem a sua companhia.
E, se você é uma destas pessoas, que reconhece todo bem que consiste a presença de Maria em sua vida, porque não fazer a consagração e doar-se toda a Ela, sem restrição, de papel passado e tudo?
Neste ano completou-se 300 anos da morte de São Luiz Maria Monfort, data especial para você ter a coragem de dizer SIM!
Este pequeno esclarecimento preparei para uma Palestra que ministrei sobre os efeitos maravilhosos da Consagração Total e tenho como intuito de desmistificar toda a ação de satanás para distanciar os filhos prediletos de Maria deste maravilhoso Caminho para Jesus que é a Consagração Total!
Coragem meu irmão, força e fé! 
Compre o Tratado, leia atentamente, marque um dia especial de festa de Nossa Senhora e faça a sua Consagração Total, sem medo algum!
Te garanto meu irmão, vai sentir frutos como nunca antes sentiu, vai viver experiências interiores com Nossa Senhora como nunca pensou que pudesse viver! Acredite!
Nossa Senhora espera ansiosamente pelo seu SIM!
A PAZ!



5 VERDADES SOBRE A DEVOÇÃO A SANTÍSSIMA VIRGEM:
1.Jesus é o fim último;
2.Pertecemos a Jesus por Maria na qualidade de escravos: escolhemos ser escravos de Jesus e não escravos do pecado;
3.Devemos esvaziar todo mau que há em nós;
4.Maria é a mediadora perfeita entre nós e Jesus;
5.É muito difícil acumular e guardar com êxito as graças e os tesouros espirituais que conseguimos com nossas boas ações, mas não o é por Maria;

Verdadeira devoção: Interior/ terna (confiante)/ santa (leva a alma a afastar-se do pecado)/ constante/ desinteressada (Ela merece ser servida);
Práticas:
Interiores:
-honrá-La como Mãe de Deus, com o culto da hiperdúlia;
-meditar sobre suas virtudes, privilégios e ações;
-contemplar sua grandeza;
-dirigir-lhe atos de amor;
-invocá-La de todo coração;
-oferecer-se e unir-se à Ela;
-fazer tudo para agradá-La;
-começar, continuar e fazer todas as suas ações por Ela, n’Ela, com Ela e para Ela;
Exteriores:
-inscrever-se em suas congregações e/ou ingressar em suas ordens;
-publicar seus louvores;
-dar esmolas, jejuar e fazer mortificações;
-trazer consigo escapulário, terço, medalhas, ou correntinha;
-rezar o santo terço e propaga-lo;
-cantar em sua honra;
-dirigir-lhe pensamentos e jaculatórias;
-enfeitar seus altares;
-participar de procissões em sua honra;
-distribuir imagens, terçinhos, medalhinhas em sua honra;
-consagrar-se a Ela solenemente.
O que fazemos com a Consagração Total?
Damo-nos inteiramente à Santíssima Virgem = Nosso Corpo/Alma/Bens exteriores, interiores e espirituais (méritos, virtudes e boas obras passadas, presentes ou futuras). DAR TUDO na ordem da natureza e da graça, sem esperar NADA além da pertença total a Jesus pelas Suas Santas e Benditas Mãos:
MÉRITO CONDIGNO = o que alcançamos pela Justiça, pelo trabalho. Por exemplo um trabalhador que merece seu salário pelo serviço prestado;
MÉRITO DE CÔNGRUO = recompensa pela generosidade, não é devido, mas é dado pela generosidade. Por exemplo você prestou um serviço além do que lhe era devido, por que quis e, portanto, o pagamento por este serviço não é devido mas é dado pela generosidade do Rei. Este mérito de côngruo pode ser satisfatório (que satisfaz as penas) ou impetratório ( que pode ser dado para outras pessoas).
Este mérito de côngruo, com a consagração, nós damos todo a Maria que poderá usá-los para maior glória de Deus. Nossa Senhora passa a ser a ecônoma de todos os nossos méritos advindos das boas obras que praticamos. É como se estas nossas boas obras se tornassem inalienáveis. Podemos sugerir a Nossa Senhora o destino de nossos méritos, sabendo que Ela não será obrigada a atender e usará tudo para maior glória de Deus.
Através da Consagração, tudo fica dado e consagrado á Jesus por Maria que terá o direito de dispor dos bens interiores, e das satisfações que ganhamos com nossas boas obras de cada dia.
Estes seria como o 4º Voto:
POBREZA (fortuna) =  CASTIDADE (corpo) = OBEDIÊNCIA (vontade) = MERITÓRIO (o que temos de mais precioso que é a nossa “conta bancária” do céu, onde depositamos todas as nossas boas obras).
É como o jovem rico que vende tudo o que possui, nós entregamos de bom grado tudo nas mãos preciosas de Maria, tudo o que se sofre, ou faz de bom, tudo, tudo , sem pretender nada além da pertença total a Jesus.
Na Consagração renovamos as promessas do Batismo, renunciando a satanás e aceitamos a escravidão por amor à Jesus por intermédio de Maria.
Porque devo me consagrar?
1.Porque esta devoção me consagra ao serviço de Deus pois me torno escravo pelas mãos de Maria
2.Porque esta devoção me leva a humildade em reconhecer a total dependência da Mãe de Deus;
3.Porque vou ter para sempre a assistência maternal e constante de Maria. É lógico que vendo a Mãe de Deus que uma alma por amor lhe dá tudo o que tem, certamente também lhe cumulará de todas as suas graças, adornará com seus méritos, apoiará com seu Poder, lhe comunicará suas virtudes, sua fé, sua humildade, sua pureza,  Ela passa a ser sua garantia diante de Jesus!
A alma se consagra TODA A MARIA  e MARIA é TODA dela, concedendo a graça de um real conhecimento de si mesmo e da necessidade desta boa Mãe para chegar ao céu.
Nossa Senhora também purifica nossas boas obras de todo amor próprio e apego, embeleza com suas virtudes. Ela faz com que Jesus receba nossas boas obras, por mais pobres e imperfeitas que possam ser.
4.Porque através desta devoção  nossas boas obras serão utilizadas sempre a maior gloria de Deus.
5.Porque através desta devoção Nossa Senhora nos leva a uma união intima com Jesus, pois ela é um CAMINHO FÁCIL/CURTO/PERFEITO E SEGURO, seguindo sempre os passos de Maria!
Fácil = as lutas se tornam mais fáceis quando se tem Nossa Senhora para nos iluminar nos momentos das trevas. Nossa Senhora não impede o sofrimento, a cruz, mas nos concede a perfeita luz para prosseguir e vencer as lutas.
Curto= porque ninguém pode se perder neste Caminho, porque se avança no caminho com mais prontidão, facilidade, alegria....
Perfeito= porque Maria é amais perfeita e mais santa de todas as criaturas e Jesus não escolheu outro caminho senão Ela. O Caminho que Nossa Senhora nos abre é calcetado com seus méritos, ornado com suas virtudes heroicas, iluminado com sua luz e beleza dos anjos e santos para conduzir, defender e sustentar os que querem seguir este caminho.
Seguro= Antes do fruto tem a flor. Maria é esta flor que indica o fruto que é Jesus. Quanto mais tivermos Maria nas nossas orações, contemplações, ações e sofrimentos, tanto mais perfeitamente teremos Jesus. É o Caminho traçado por Jesus!
6.Porque a consagração nos concede a verdadeira liberdade de filhos de Deus = tira-lhe todo escrúpulo, dilata o coração,inspira-lhe o AMOR.
7.Grande vantagem para o próximo porque damos a Nossa Senhora todas as nossas boas obras para que a use como bem entender, em favor dos outros.
8.Porque nos ajuda na perseverança final!
A VIRGEM E SEUS ESCRAVOS POR AMOR:
Ela os ama, os guia, os sustenta no corpo e na alma, os defende e protege, intercede em seu favor.
Ela observa e se utiliza de todas as ocasiões favoráveis para lhes fazer o bem, para lhes engrandecer e para enriquecer a alma. Por isto dispõe de todas as coisas para livrar seus filhos do mal e os cumula de bens. Ela própria se ocupa de nossos interesses e negócios. Ela nos abençoa com seus bons conselhos, diretamente ou através do nosso anjo da guarda. Ela recebe tudo o que temos e oferece ao Pai, revestindo-nos com a veste apropriada.
EFEITOS DA CONSAGRAÇÃO:
1.Conhecimento de si mesmo.(humildade);
2.Participação da fé de Maria = uma fé viva, pura, animada de caridade, firme e inquebrantável, ativa e penetrante, corajosa e reluzante.
3.Graça do puro amor a Deus!
4.Grande confiança em Deus e em MARIA!
5.Comunica a alma o espirito de Maria = Magnificat, nos adorna com suas roupas de candura, pureza, doçura, perdão, etc...
6.Transforma as almas á Imagem de seu Filho = Cristifica = Ela é a Fôrma de Deus!
7.Todas as suas obras serão para maior glória de Deus, porque é Maria que as oferece por você;
PRÁTICAS EXTERIORES:
1.Preparação 30 dias: 10 dias conhecimento si mesmo, 10 dias para conhecimento da Virgem Maria, 10 dias para conhecimento de Jesus. No dia da consagração, confessar, comungar e fazer a consagração por escrito, assinada.
2.Diariamente rezar: COROINHA DE NOSSA SENHORA, SANTO TERÇO, MAGNIFICAT para o resto da vida.
3.Usar a cadeiazinha.
4.Culto ao mistério da Encarnação – 25 de março a 25 de dezembro;
5.Desprezo do mundo;

6.Fazer tudo: POR Maria ( obediência a Maria), COM Maria (imitá-La, fé, humildade e pureza), EM Maria (Maria é a flor), PARA Maria (totalmente a seu serviço).