segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ajuda para relacionamento de PAIS & FILHOS




Querido amigo de Deus,
Como é importante, no mundo de hoje, buscarmos um relação boa e sólida com nossos filhos.
Quantas são as escolhas que eles precisam fazer e como nós devemos estar perto como suporte para os auxiliar nestas escolhas. Respeitado-os, lógico, mas estando perto, orientando, ouvindo-os...
É essa a nossa missão maior. Quando chegarmos no céu, Deus não vai nos perguntar o que fizemos com o nosso patrimônio material, mas sim, vamos prestar contas sobre o que fizemos com o nosso maior bem que é a nossa família.
Temos, então, responsabilidade diante do céu por nossos filhos. Precisamos fazer a nossa parte. Lutar pela salvação deles. Apontar-lhes o caminho certo.
Esta final de semana tive a graça do meu filho Gil Neto participar do EJC.
Foi um lindo momento, onde ele pode estar com Jesus a sós. Não que isto não aconteça nas vezes em que ele recebe os Sacramentos da Eucarisita e Confissão. Mas ele pôde ouvir Jesus "falar a sua língua" pela boca de tantos outros jovens que preferiram seguir o Caminho!
Na reunião que nós, pais, tivemos com o Padre, recebemos um "manual de atitudes" que acho super importante passar para vocês...
Veja, são atitudes tão simples mas que modificam a essência do relacionamento. Vamos lá, lutar com coragem para não perder nossos filhos para o mundão, eis o nosso desfio de pais nos dias de hoje!
PAZ


1.Destine um tempo para cada um de seus filhos. Almoce com  um deles, caminhe com o outro. É importante que você faça com que cada um dos seus filhos e sinta amado individualmente, sem comparação com os irmãos;
2.Ajude seu filho a construir a auto confiança, estimulando-os apreciando cada esforço e não só os resultados;
3.Comemore as conquistas diárias dos seus filhos, como por exemplo, um jantar especial. Isto fará com que cada um deles sinta que você está interessado em suas vidas e conquistas.
3.Ensine seus filhos a pensarem positivamente. Assim, em vez de se queixar que seu filho ou sua filha está ouvindo música demais, diga-lhe apenas: "Que bom que você gosta de ouvir música!";
5.Pegue o álbum de fotografias de seus filhos de quando eram crianças e conte-lhes alguma história desta época de suas vidas e que eles não se lembram;
6.Fale de algumas coisas que você aprendeu com eles e lembre-lhes de como eles o ajudaram;
7.Diga-lhes como é maravilhoso ser pai ou mãe deles e como você aprecia vê-los amadurecendo;
8.Faça com que seus filhos aprendam a escolher seus próprios caminhos. Agindo assim, você estará demonstrando com respeita a decisão deles;
9.Interaja com seus filhos quando estiver com eles, como , por exemplo, conversando como foi a balada na noite passada ou se está tudo bem na escola ou no trabalho, etc.
10.Conheça um pouco sobre a escola, o trabalho, os amigos e conhecidos dos seus filhos. Isto fará com que eles sintam que você conhece suas vidas e que você se importa com eles;
11.Quando seu filho lhe procurar para discutir algum assunto, não fale com ele enquanto você estiver ocupado com alguma coisa, dê a eles total atenção e olhe direto nos seus olhos quando estiverem falando com você;
12.Almoce com sua família pelo menos uma vez por semana. Lembre-se de não só ouvir as questões, mas, também tente participar, contando-lhes alguma coisa que lhe tenha acontecido;
13.Escreva palavras amorosas e encorajadoras, orações e até piadas por email, msn, facebook, torpedo ou até mesmo em pequenos pedaços de papel. Isto fará com que sintam que você pensa neles todo o tempo;
14.Faça seus filhos ouvirem você enquanto estiverem em outro cômodo da casa. Diga alto o quanto você os ama e como você se orgulha deles.
15.Quando seus filhos fizerem algum tipo de trabalho (artesanal, pintura, musica, comida, etc), faça um elogio especial para que sintam o orgulho que você sente por eles;
16.Não exija o mesmo tratamento que você teve de seus pais. Entenda o momento presente e respeite suas ideias e vontade própria;
17.Quando seu filho cometer um erro, procure não censurá-lo apenas, "Você fez isto errado" diga "Por que você fez isso assim?" e ensine a ele a maneira correta de como proceder;
18.Crie uma maneira especial  (por exemplo um gesto) que mostre seu amor para cada um de seus filhos e que somente vocês tenham conhecimento;
19.Tente começar um novo dia sempre que o sol se levantar e se esqueça de todos os erros passados como se cada novo dia trouxesse uma nova oportunidade de amar seus filhos mais do que antes e descubra novos dons neles;
20.Beije seus filhos todos os dias; Abrace-os e diga-lhes que você os ama. Independente do úmero de vezes que você faça isto, eles sempre precisarão saber de sua paixão por eles em cada etapa da vida deles. Mesmo sendo crianças, jovens ou adultos ou quando se casarem e tiverem seus próprios filhos. Ame-os sempre com muita intensidade!!!!!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Festa Santa Maria Magdalena!

Santa Maria Madalena_1_.jpg
Queridos amigos de Deus!
Hoje a Igreja celebra a festa de Santa Maria Magdalena!
Minha admiração por esta santa está no fato desta santa ter transformado sua vida totalmente por amor a Jesus e, principalmente por ter sido a primeira a ver Nosso Senhor Ressuscitado. Por isto, a frase que intitula este blog é dela, foi pronunciado por ela: "Eu vi o Senhor!" (Jo 20, 18)
Mas o nome de Maria Magdalena para muitos representa a mulher pecadora e de má vida do Evangelho. E este fato é real.
Entretanto, não podemos deixar de nos lembrar que foi de Maria Magdalena que Jesus expulsou sete demônios (Luc. 8,2) e que foi ela a mulher perdoada de seus numerosos pecados (Luc. 7,47- Mar. 16,9).
Esta é a mais admirável atitude de Maria Magdalena: ELA SE ARREPENDEU!
Sim, meus irmãos, Maria Magdalena arrependeu-se de todo o mal que ela praticou. E, depois de ter sido "arrebatada" pelo amor de Jesus, ela passou a viver uma vida de penitente, e, por isto, foi uma grande Santa.
Maria Magdalena santificou-se por amor a Jesus. Admiro, realmente, o amor que ela sentia por Jesus! Neste ponto, tento sempre imitá-la.
E foi assim que ela santificou-se, por amar intensamente a Jesus.
E, por ter amado tanto é que sempre esteve presente nos Evangelhos e, ainda está, afinal foi dela que Nosso Senhor disse: "Em verdade vos digo: em toda parte onde for pregado este Evangelho pelo mundo inteiro, será contado em sua memória o que ela fez". (Mat. 26,13)
Quando pensamos em santidade, logo nos vem as palavras: pureza e virgindade...mas, quem de nós lembra de Maria Magdalena ao pensarmos nestas virtudes?
De fato, irmãos, o que realmente marcou a vida de Maria Magdalena foi o amor por Jesus!
Vejamos um pouco da história de Santa Maria Madalena.
Segundo nos ensina o Papa São Gregório Magno, zeloso reformador da Igreja e  também um grande estudioso da vida dos santos e das Escrituras Sagradas, Maria Madalena, Maria de Betania e Maria pecadora, citadas no evangelho, são a mesma pessoa. Por isso mesmo é que Santa Maria Madalena é, entre as mulheres, a que mais tem seu nome citado nos Santos Evangelhos.

Pelo seu nome Magdalena sabemos que ela nasceu em Magdala, viveu no seculo I, conheceu Jesus e foi companheira de Nossa Senhora, dos Apóstolos e esteve presente nos primórdios da Igreja.
Irmã de Lazaro e Martha :"E Lázaro (...) era seu irmão."(Jo. 11, 1-2). Portanto, pode presenciar a ressurreição de seu irmão: "Lázaro havia caído doente em Bethania onde estavam Maria e sua irmã Marta. Maria era quem ungira o Senhor com óleos perfumados e Lhe enxugara os pés com seus cabelos" durante um banquete do qual Jesus participava.
Ainda, foi ela quem recebeu o elogio de Jesus, depois da queixa de Martha, sua irmã: Ela escolheu a melhor parte...
Sim, queridos irmãos, aquela mulher que Jesus exorcizou de sete demônios, esta mulher, pecadora, prostituta, de má vida, sim, ela amou Nosso Senhor e por Ele foi totalmente transformada: "Jesus andava pelas cidades e aldeias anunciando a boa nova do Reino de Deus. Os doze estavam com Ele, como também algumas mulheres que tinham sido livradas de espíritos malignos e curadas de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios." (Luc. 8,2)
Maria Magdalena me ensina que não existe limite para o amor. Jesus não resiste nunca um coração apaixonado!
E veja, depois que ela, por amor, arrependeu-se, foi liberta por Jesus e passou  a segui-Lo, agradecida, contemplativa, admirada, amando-O, santificando-se por amor à Ele.
Sua vida marcada pelo amor à Jesus! Por isto, ela exercia as tarefas destinadas as Santas Mulheres, sempre ao lado de Nossa Senhora, mas, os Evangelhos nos contam que ela sempre procurou dar maior importância a Deus do que às suas obras, ela sempre escolheu a melhor parte! 
Por amor, Maria sempre esteve prostrada aos pés de Jesus! Amando-O. Admirando-O. Ouvindo-O. Seguindo-O. Obedecendo-O :"Jesus estava em viagem, e entrou em uma aldeia e uma mulher chamada Marta o recebeu em sua casa. Marta tinha uma irmã chamada Maria que se assentou aos pés do Senhor para ouvi-lo falar. Marta toda preocupada com a lida da casa, veio a Jesus e disse: Senhor não te importas que minha irmã me deixe só a servir? Dize-lhe que me ajude. Respondeu-lhe o Senhor: "Marta, Marta, andas muito inquieta e te preocupas com muitas coisas; no entanto, uma só coisa é necessária; Maria escolheu a melhor parte, que lhe não será tirada." (Luc 10, 38-42).
Percebe-se, pelo que nos conta o Evangelho, que Maria Magdalena percorreu uma grande caminhada antes de sua libertação, pois somente no banquete onde outras pessoas que conheciam sua vida estavam presentes, ela não temeu demonstrar todo o seu amor a Jesus publicamente, para o espanto de todos, e o mais lindo, Jesus a recebeu e aceitou o seu amor. E, não só isto, Ele apontou-a como exemplo a seguir: "Um fariseu convidou Jesus a ir comer com ele. Jesus entrou na casa dele e pôs-se à mesa. Uma mulher pecadora da cidade, quando soube que estava à mesa em casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro cheio de perfume; e, estando a seus pés, por detrás dele, começou a chorar. Pouco depois suas lagrimas banhavam os pés do Senhor, e ela os enxugava com os cabelos, beijando-os e os ungia com perfume.(Luc. 7, 36-38)
O seu amor por Jesus, tão intenso, a motivou a segui-Lo até o fim, até o Calvário. Maria Magdalena estava aos pés da cruz, junto com Nossa Senhora. Ela amparou a mãe do seu Senhor, por amor: "Havia ali algumas mulheres (...) que tinham seguido Jesus desde a Galileia para o servir. Entre elas Maria Madalena." (Mat. 27, 55-56) 
Maria Magdalena, por amar tanto Jesus, permaneceu sempre ao lado de Nossa Senhora, a quem ela admirava e venerava afetuosamente e, com ela ficou até a cruz, porque o próprio amor lhe revelou que naquela ocasião era Ela quem mais sofria espiritualmente as dores pelas quais seu Divino Filho passava para nos salvar.
Aos pés da Cruz, aquela que muito havia pecado consolou quem nunca havia pecado.  No Calvário, quando todos fugiram, "junto à cruz de Jesus estavam de pé sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria, mulher de Cléofas, e... Maria Madalena."(Jo. 19,25).
Muitos foram as graças e os frutos que Maria Magdalena recebeu e experimentou por amar a Jesus. Perdão de seus pecados e a graça especial de seu arrependimento fiel e eficaz. O que para mim é fantástico.
Mas, não posso esconder que acredito que a maior graça recebida por ela tenha sido dada por ocasião da Ressurreição do Divino Salvador: "Tendo Jesus ressuscitado de manhã, no primeiro dia da semana apareceu primeiramente a Maria de Magdalena, de quem tinha expulsado sete demônios.(Mar. 16-9)
Seu amor incondicional por Jesus não só foi causa de te-Lo seguido por toda a Sua vida pública, mas ainda fez com que, após a Sua morte, estivesse junto dEle também em Seu sepultamento. E, depois que a pedra foi rolada, "Maria Madalena e a outra Maria ficaram lá, sentadas diante do túmulo"(Mat. 27,61).  No que pensava ela ali sentada? Certamente pensava em Jesus, queria a Sua presença, sentia a sua falta...e, assim, de repente, escutou: "'Maria!' Ela voltou-se e exclamou: 'Rabôni!' (Jo 20,16).
Passou-se a sexta feira, passou-se o sábado. "Depois do sábado, quando amanhecia o primeiro dia da semana, Maria Madalena, e a outra Maria foram ver o túmulo" (Mat. 28,1). Ela descobriu o túmulo vazio e ouviu dois anjos anunciarem a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ela seria a primeira testemunha da Ressurreição do Senhor e a primeira a ver Cristo mais tarde no mesmo dia quando o Mestre deu a ela a mensagem para entregar aos demais discípulos (João 20:1-18).
E lindo que, ouvindo Nosso Senhor imediatamente passou a ser uma anunciadora do Reino, passou a servi-Lo com sua vida, fazendo um caminho de discípula do seu Amor! E assim continuou seguindo-O, no amor e no serviço. 
A partir deste encontro com Jesus Ressuscitado, Maria Madalena, a discípula fiel passou a ser um exemplo vivo das graças que o Senhor dispensou a ela, por causa do seu amor,   levando uma vida de testemunho e de luta por uma santidade maior. 
A tradição nos conta que juntamente com a Virgem Maria e o Apóstolo João, ela foi evangelizar em Éfeso. Outra história, que desde muito corre no Ocidente, diz que ela viajou para Provença, França, com seus irmãos Marta e Lázaro com mais outros discípulos para evangelizar Gaul. Neste local ela passou 30 anos de sua vida na caverna de La Saint-Baume, nos Alpes Marítimos. Foi milagrosamente transportada, pouco antes de sua morte, para a Capela de Saint-Maximin, onde recebeu os últimos sacramentos da Santa Igreja. Ela foi enterrada em Aix. Em Vazelay, na França, todos afirmam que suas relíquias ali estão desde o século XI.
Então, queridos de Deus, Maria Magdalena é um exemplo para nós, um ânimo de que para quem ama a Deus, tudo é possível.
Maria Magdalena nos revela a beleza do arrependimento fiel e eficaz e da grande graça que está no perdão. 
Jesus, motivado pelo amor desta mulher, transformou toda a sua vida, devolvendo a ela a integridade e uma vida digna. Maria Magdalena arrependeu-se muito, admirou-se muito, amou muito.
Cabe a nós, amados de Deus, procurar seguir o seu exemplo e amar, amar, amar e amar JESUS!
Santa Maria Magdalena, rogai por nós!
PAZ 

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Deus escondido!


clique no play para ouvir...

Querido amigo em Deus!
Quero muito partilhar com você o que Jesus falou em meu coração durante adoração no Agapeterapia.
Deus fala, as vezes estou pronta para escutar...nesta noite especialmente estava.
No silêncio, olhando para o Ostensório iluminado, a Igreja a meia luz, meu coração procurava o silêncio, para ouvir o Senhor.
Queria ouvi-Lo, desejava isto ardentemente.
Então, pedi uma Palavra...fala comigo, Jesus, fala!
Isaias 45, 14b-17: "Caminharão atrás de ti, seguindo-te em cadeias, prostrar-se-ão diante de ti e com voz súplice dirão: "Só contigo Deus está! Fora dele não há nenhum Deus."
Entretanto Tu és um Deus que se esconde, ó Deus de Israel, o Salvador.
Todos juntos, eles estão envergonhados e humilhados; estão sujeitos à humilhação os que fabricam ídolos. Mas Israel será salvo por Iahweh, com salvação eterna; não sereis confundidos nem humilhados, por todo o sempre."
Então meu coração falou: "Deus escondido..."
E me lembrei que quando os meninos eram ainda pequenos, fomos juntos com eles visitar o Santuário das Sete Capelas aqui em Ribeirão Preto, que consiste num local lindo, com várias capelas dedicadas a vários Santos, e duas grandes dedicadas a Nossa Senhora Aparecida e a Nossa Senhora das Graças. Era festa de Corpus Christi e os paroquianos enfeitam todo o pátio, fica lindo mesmo.
Quando saímos, já no carro, perguntei ao Lucas, que na época devia ter uns 05 anos no máximo, qual capela mais tinha gostado, e ele respondeu com muita naturalidade: "Mãe, gostei mais daquela que tem a "Senhora" grandona e Jesus escondido na CAIXINHA!"
Como assim, Jesus escondido na Caixinha? Não falei nada para ele do Sacrário, como ele reconheceu a presença de Jesus no Sacrário? Nesta Capela, em especial, o Sacrário fica do lado direito do altar, não no centro...Fiquei embebida de amor por ver que Jesus escondido tinha se revelado ao pequeno coração do Lucas...e estes pensamentos e lembranças começaram novamente a me embriagar de amor...no meu coração comecei a cantar esta música da Salette: "Quando a tribulação, vem me visitar, onde está teu Deus, todos querem perguntar? Ele está em mim, caminha comigo, n'Ele eu posso confiar..."
Então entendi tudo, entendi o que o Senhor queria dizer...Ele, muitas vezes, se esconde no sofrimento...Deus escondido no nosso sofrimento...Jesus queria que eu proclamasse isto: "Filho, estou presente, mesmo que escondido, no seu sofrimento."
Abri a Palavra: Salmo 56..."No dia em que temo, confio em Ti. Em Deus, cuja Palavra louvo...Já contaste meus passos errantes, recolhe minhas lágrimas em teu odre..." Sim, Jesus escondido, contanto seus passos errantes e todas as suas lágrimas.
Salmo 81: "Removi a carga dos seus ombros, suas mãos deixaram o cesto, clamaste na opressão, e te libertei. Eu te respondi, escondido no trovão...ah! se meu povo me escutasse!"
Escondido...Deus escondido na Eucaristia...mesmo depois de ter morrido por nós, ter aberto as portas do céu, ter nos feito herdeiros do Reino, por amor, só por amor, quis ser escravo do nosso amor, preso, escondido na Eucaristia, abandonado nos Sacrários deste mundo...então meu coração se explodiu de amor...um sentimento tão intensão que nunca experimentei senão na presença do Senhor Eucarístico...e pedi perdão por todos os que não o reconhecem escondido na Eucaristia, principalmente os da minha família, são tantos...
E agradeci muito por Ele que através do Espírito Santo, me fazer perceber sua presença na Eucaristia, agradeci por estar ali...era sábado, o barulho lá fora era grande...mas eu estava ali, graças ao amor e bondade do Senhor, eu estava ali...e comecei a agradecer muito, o louvor saiu do meus lábios, sincero e profundamente feliz...
Então Nosso Senhor se revelou escondido no sofrimento da Cruz...quem o reconheceu Senhor e Rei na Cruz? Poucos, apenas seus melhores amigos...mas o Senhor me fez "ouvir" os dois ladrões...o mau ladrão que não conseguiu reconhecer o senhorio de Jesus escondido na cruz...se perdeu...o bom ladrão que soube enxergar o "Deus Escondido" salvou-se...
Quantos do seu lado hoje, irmão, também não cobram a presença de Jesus em situações de sucesso? Quantos não olham para você e pensam..."reza tanto, mas olha a vida dele"...
E você, quantas vezes olhou para sua própria vida e se perguntou: "Onde está, Senhor? Onde está que não Te vejo e não Te sinto?"
Então eu te falo, querido amigo, Deus está aí mesmo, escondido na sua dor, no seu sofrimento, é ali mesmo, onde mais dói que poderá experimentar o Deus escondido, te curando, te libertando, te erguendo, te amando, te dando paz, alegria, te completando, enfim, te ajudando a suportar com coragem, toda a dor, até que ela passe por inteiro, sim, irmão, porque ela passará e Deus permanecerá contigo, sempre, sempre, sempre...escondido nos Sacrários deste mundo, escondido no Sacrário que é o seu coração quando comunga...Ele estará sempre contigo...
Acredita?Eu também, estamos juntos nesta!
Ligue novamente a música, feche seus olhos e faça a experiência do louvor!


PAZ

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Maravilhas de Deus!


Querido irmão, a paz!
Depois de ficar sete dias em retiro, volto com o coração repleto do amor de Deus!
Tenho que dizer que, estar a serviço do Amor de Deus, no Agapeterapia foi uma das melhores experiências da minha vida, agradeço muito a Jesus por este chamado. Acredite se quiser, amado de Deus, recebi muito mais do que pude dar.
Deus é generoso! E como é generoso!
O Agapeterapia é um retiro de cura interior único. Todos que o experimentam garantem que nunca viveram algo parecido. A ação de Jesus Eucarístico é algo fantástico, incrível!
Eu mesmo pude ser testemunha desta maravilha em minha vida e de tantos outros!
E, o Amor de Deus, não se basta em si mesmo e, uma vez sendo curado e restaurado, queremos que todos, mas todos mesmo, possam experimentar esta mesma graça, este mesmo amor.
Retirados, perdemos totalmente a noção do tempo. O Monsenhor Orlando assim nos explicou: "Quando perdemos a noção do tempo aqui, experimentamos um pouquinho do céu...no céu estaremos livres, não mais presos ao tempo, as pessoas, as coisas."
De fato, experimentamos o que Jesus nos diz: "quem perde a sua vida por causa de mim, a achará." (Mt 10,39)
Sim, retirar-se sete dias com Deus, para Deus e por Deus, sim, podemos encontrar de fato a nossa verdadeira identidade, a nossa vida.
O Agapeterapia é um retiro aberto a todo o Brasil...gente do Brasil todo lá, até do Paraguai. Ele acontece uma vez por mês, em diversos lugares, o próximo acontecerá dias 19 a 25 de agosto em Sorocaba. É um convite para você, amado de Deus, presenteie-se com esta graça!
Devagar vou postando as maravilhas que Nosso Senhor falou em meu coração, durante as horas e horas em Sua Presença Santíssima.
Fique com Deus,
PAZ!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

62º Agapeterapia


Querido irmão na fé!
Estou feliz porque estarei, nos próximos dias, em Mococa para o 62º Agapeterapia.
Ficarei off line lá, por isto, retorno com as postagens depois do dia 15, quando estarei de volta.
Convido, assim, você a passear no blog, nos posts antigos, tenho certeza que tem muita coisa para partilharmos juntos.
Muito obrigado pela visita, reze uma Ave-Maria por nós que estaremos em retiro! Sua oração é muito importante para nós e o céu conta com sua ajuda!
Se você quiser maiores informações sobre o Agapeterapia, retiro para cura interior, visite o site www.agapeterapia.com.br.
PAZ!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Quero viver a paz!


Irmão, Deus seja louvado pelo dom de sua vida, aleluia!
Acordou hoje? Está respirando? Existe vida em seu corpo? Então, tem motivo para agradecer e louvar a Deus, já que muitos hoje não tem esta chance de vida...
Passeando por um blog me deparei com esta poesia que me encantou um tanto...
Quero partilhar com você, amado de Deus, que hoje me visita...
É linda...inspira...revela...acorda!
Então,
PAZ!




A PAZ


A paz no mundo começa dentro de mim,
quando eu me aceito, de corpo e alma,
e reconheço meus defeitos, com paciência e calma,
e em vez de me fragmentar em mil pedaços
eu me coloco inteiro no que penso, sinto e faço
passageiro no tempo e no espaço,
sem nada para levar que possa me prender
sem medo de errar e com muita vontade de aprender

A paz no mundo começa entre nós,
quando eu aceito o teu modo de ser sem me opor ou resistir
e reconheço tuas virtudes sem te invejar ou me retrair,
e faço das nossas diferenças a base da nossa convivência
e em lugar de te dividir em mil personagens
consigo ver-te inteiro, nu, real, sem nenhuma maquiagem,
companheiros da mesma viagem
no processo de aprendizagem do que é ser gente

A paz no mundo começa
quando as palavras se calam e os gestos se multiplicam
quando se reprime a vergonha e se expressa a ternura
quando se repudia a doença e se enaltece a cura
quando se combate a normalidade que virou loucura
e se estimula o delírio de melhorar a humanidade,
de construir uma outra sociedade,
com base numa outra relação,
em que amar é a regra, e não mais a exceção.

Geraldo Eustáquio de Souza

terça-feira, 5 de julho de 2011

Grande poder da Ave-Maria...

Amado de Deus, estou feliz por estarmos juntos...
Li este testemunho e fiquei encantada...meu Deus que grande graça é ensinar as pessoas a devoção da Ave-Maria.
Sinceramente, sempre recomendo Ave-Maria...para insônia, para acalmar, para equilibrar, para iluminar, para salvar, sempre, sempre, Ave-Maria.
Quando as pessoas me procuram com seus problemas, pedindo ajuda, eu sempre falo: "Ave-Maria nele!" (isto é, no problema!)
Então é isto aí, amigo de Deus, Ave-Maria para você, Ave-Maria em tudo que diz respeito a você e sua linda vida!
Se Deus quis nos dar Jesus através de Maria,  é através de sua intercessão e pedido que Jesus virá em nossa vida também...como sempre digo, Ele ouve mais rápido pelo doce pedido de sua Mãe!
Leia e fortaleça sua fé!
E você, já rezou sua Ave-Maria hoje?

PAZ


Testemunho da conversão de um jovem através da oração da Ave-Maria.
(Livro Glórias de Maria de Santo Afonso de Ligório)


Pelo ano de 1604, viviam numa cidade de Flandres dois jovens estudantes, que, desleixando dos estudos, se entregavam a orgias e devassidões. Uma noite entre outras foram a certa casa de tolerância. Um deles, chamado Ricardo, depois de algum tempo, retirou-se para casa, e o outro ficou. Chegando Ricardo a casa, estava para acomodar-se, quando se lembrou que não havia rezado umas Ave-Marias, como era de seu costume fazê-lo em honra da Santíssima Virgem. Acabrunhado pelo sono, sem nenhuma vontade para rezar, fez, contudo, um esforço e rezou as Ave-Marias, embora sem devoção e por entre bocejos de sono. Deitou-se e depois adormeceu. Mas não tardou a ouvir bater à porta com muita força. E imediatamente, sem ele a abrir, vê diante de si seu companheiro de farras, mas desfigurado e medonho.__ Quem és tu? – perguntou aterrorizado.__ Tu não me conheces? – respondeu o outro.__ Mas como te mudaste tanto? Tu pareces um demônio.__ Ai, pobre de mim! – exclamou aquele infeliz, - que ao sair daquela casa infame, veio um demônio e me sufocou. O meu corpo ficou no meio da rua, e a minha alma está no inferno. Sabes, pois, acrescentou, que o mesmo castigo te tocava também a ti. Mas a bem-aventurada Virgem, pelo teu pequeno obséquio das Ave-Marias, te livrou dele. Ditoso de ti, se tu souberes aproveitar deste aviso, que a Mãe de Deus te manda por mim. Depois destas palavras, o condenado entreabriu a capa e mostrou as chamas e as serpentes que o atormentavam e desapareceu. Então Ricardo, chorando copiosamente, com o rosto em terra, deu graças a Maria, sua libertadora. Enquanto pensava como mudar de vida, ouviu tocar Matinas no convento dos franciscanos. Logo pensou: É aí que Deus me quer para fazer penitência. E foi pedir aos frades que o recebessem. Cientes de sua má vida, não queriam eles aceitá-lo. Contou-lhes então entre lágrimas o que havia acontecido. Dois religiosos foram à rua indicada, achando efetivamente o cadáver do companheiro, sufocado e negro como um carvão. Depois disso foi Ricardo admitido e levou uma vida penitente e exemplar. Mais tarde foi como missionário pregar nas Índias e em seguida no Japão, onde teve finalmente a graça de morrer mártir, queimado vivo por amor de Jesus Cristo.




ORAÇÃO Ó Maria, ó Mãe caríssima, em que abismo de males me havia de achar, se não me tivésseis salvado tantas vezes com vossas mãos piedosíssimas? Há quantos anos estaria no inferno, se vossa poderosa intercessão dele não me houvesse preservado? Para lá me impeliram meus gravíssimos pecados; a Justiça Divina já me havia condenado; os demônios bramiam, procurando executar a sentença. Vós, porém, correstes sem eu vos chamar, ó Mãe; sem vo-lo pedir, me salvastes. Ó minha querida libertadora, que vos darei eu por tantas graças e por tanto amor? Vencestes a dureza do meu coração e me levastes a amar-vos e a confiar em vós. Ai! Em que abismo de males teria caído mais tarde, se com vossa mão piedosa não me tivésseis auxiliado tantas vezes nos perigos em que tenho estado próximo a cair! Continuai a livrar-me do inferno e primeiramente do pecado que para lá me pode levar. Não permitais que haja de amaldiçoar-vos no inferno. Ó Senhora minha diletíssima, eu vos amo. Será possível que vossa bondade sofra que um servo vosso, que vos ama, seja condenado? Ah! Obtende-me a graça de não ser mais ingrato para convosco, nem para com meu Deus, que por amor vosso tantas graças me tem dispensado. Ó Maria, que dizeis? Será possível que eu venha me condenar? Condenar-me-ei se vos abandonar. Mas como terei jamais a presunção de abandonar-vos? Como poderei esquecer vosso amor para comigo? Sois, depois de Deus, o amor de minha alma. Eu não quero viver mais sem amar-vos. Eu hei de vos querer bem, eu vos amo e espero que sempre vos hei de amar, no tempo e na eternidade, ó criatura mais bela, a mais santa, a mais doce, a mais amável deste mundo. Amém!

sábado, 2 de julho de 2011

Relatos irmã Lúcia sobre o pedido de Nossa Senhora à devoção dos cinco primeiros sábados do mês

Amado de Deus, segue uma grande riqueza, a narração da irmã Lúcia sobre o pedido da devoção dos cinco sábados do mês.
Tome posse, desta riqueza, ela é para você, também!  
O pedido de Nossa Senhora a Irmã Lúcia:

    "Olha, Minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todo o momento Me cravam, com blasfêmias e ingratidões... sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar ... Tu, ao menos, vê de Me consolar".

A explicação de Nossa Senhora:

 "Ficando na capela, com Nosso Senhor, parte da noite do dia 29 para 30 deste mês de Maio de 1930 (sabemos que era seu costume ter uma hora santa das onze à meia-noite, especialmente às quintas-feiras, segundo os pedidos do Sagrado Coração de Jesus em Paray-le-Monial), e falando a Nosso Senhor das duas perguntas, quarta e quinta, senti-me, de repente, possuída mais intimamente da Sua Divina Presença. E, se não me engano, foi-me revelado o seguinte:
         ‘Minha filha, o motivo é simples: são cinco as espécies de ofensas e blasfêmias proferidas contra o Imaculado Coração de Maria:
1.      As blasfêmias contra a Imaculada Conceição;
2.      As blasfêmias contra a Sua Virgindade;
3.      As blasfêmias contra a Maternidade Divina, recusando, ao mesmo tempo, recebê-La como Mãe dos homens;
4.      Os que procuram publicamente infundir, no coração das crianças, a indiferença, o desprezo e até o ódio para com esta Imaculada Mãe;
5.      Os que A ultrajam diretamente nas Suas sagradas imagens.
         Eis, Minha filha, o motivo pelo qual o Imaculado Coração de Maria Me levou a pedir esta pequena reparação ...’ 

A explicação que irmã Lúcia fez ao Padre Confessor:

"Quero em toda a Minha Igreja ...
pôr, ao lado da devoção
do Meu Divino Coração,
a devoção deste Imaculado Coração."
... Jesus à Irmã Lúcia



"Revmo. Senhor Doutor:
         Venho, com todo o respeito, agradecer a amável cartinha que a caridade de Vossa Reverência fez o favor de me escrever.
         Quando a recebi, e vi que ainda não podia atender aos desejos de Nossa Senhora, senti-me um pouco triste. Mas logo refleti que os desejos de Nossa Senhora eram que eu obedecesse às ordens de Vossa Reverência.
         Fiquei tranqüila e, no dia seguinte, quando recebi a Jesus Sacramentado, li-Lhe a carta e disse: ‘Ó meu Jesus! Eu, com a Vossa graça, a oração, a mortificação e a confiança, farei tudo quanto a Obediência me permitir e Vós me inspirardes; e o resto fazei-o Vós.’
         Assim fiquei até ao dia 15 de Fevereiro. Esses dias foram duma contínua mortificação interior. Pensava se teria sido um sonho, mas sabia que não; sabia que tinha sido realidade. Mas se eu tinha correspondido tão mal às graças recebidas até ali, como é que Nosso Senhor Se dignava aparecer-me outra vez?
         Chegava-se o dia de me ir confessar, e não tinha licença de dizer nada! Podia dizê-lo à Madre Superiora, mas durante o dia as minhas ocupações não mo permitiam! À noite, estava com dores de cabeça! E eu, temendo faltar à caridade, pensava: ‘Fica para amanhã! Ofereço-Vos este sacrifício, minha querida Mãe!’ E assim se passaram, um atrás do outro, todos os dias até hoje.
         No dia 15, andava eu muito ocupada com o meu trabalho, e quase nem disso me lembrava. E indo eu despejar um caixote do lixo fora do quintal  onde, alguns meses antes, tinha encontrado um menino a quem tinha perguntado se sabia a Ave-Maria, e, respondendo-me que sim, lhe mandei que a dissesse para eu ouvir. Mas como se não resolvia a dizê-la sozinho, disse-a eu com ele, três vezes. Ao fim das três Ave-Marias, pedi-lhe que a dissesse sozinho. Mas como se calou e não foi capaz de dizer a Ave-Maria sozinho, perguntei-lhe se sabia onde era a igreja de Santa Maria. Respondeu-me que sim. Disse-lhe que fosse lá todos os dias, e que dissesse assim: ‘Ó minha Mãe do Céu, dai-me o Vosso Menino Jesus!’ Ensinei-lhe isto, e vim-me embora.
No dia 15 de Fevereiro de 1926, voltando eu lá (a esvaziar um caixote do lixo), como é costume, encontrei de novo um menino que me parecia o mesmo da outra vez, e perguntei-lhe: ‘Então, tens pedido o Menino Jesus à Mãe do Céu?’ A criança volta-se para mim, e diz: ‘E tu? Tens espalhado pelo mundo aquilo que a Mãe do Céu te pediu?’ E, nisto, transforma-se num Menino resplandecente.
         "Conhecendo, então, que era Jesus, disse-Lhe:
         ‘Meu Jesus! Vós bem sabeis o que o meu confessor me disse na carta que Vos li. Dizia que era preciso que aquela visão se repetisse, que houvesse fatos para ser acreditada; e a Madre Superiora, sozinha, a espalhar este fato, nada podia.’
         É verdade que a Madre Superiora, só, nada pode; mas, com a Minha graça, pode tudo. E basta que o teu confessor te dê licença, e a tua Superiora o diga, para que seja acreditado, até sem se saber a quem foi revelado.’
         ‘Mas o meu confessor dizia na carta que esta devoção não fazia falta no mundo, porque já havia muitas almas que Vos recebiam nos primeiros sábados (do mês), em honra de Nossa Senhora e dos quinze Mistérios do Rosário.’
         ‘É verdade, Minha filha, que muitas almas os começam, mas poucas os acabam; e, as que os terminam, é com o fim de receberem as graças que aí são prometidas. Agrada-Me mais quem fizer os cinco (Primeiros Sábados) com fervor e com o fim de desagravar o Coração da tua Mãe do Céu, do que quem fizer os quinze, tíbio e indiferente. ’
         ‘Meu Jesus, muitas almas têm dificuldade em se confessar ao Sábado. Se Vós permitísseis que a confissão de oito dias fosse válida... ’
         ‘Sim. Pode ser; e de muitos dias mais, contanto que estejam em graça no primeiro sábado, quando Me receberem; e que, nessa confissão anterior, tenham feito a intenção de com ela desagravar o Sagrado Coração de Maria.’
         ‘Meu Jesus, e as que se esquecerem de formular essa intenção?’
         ‘Podem-na formular logo na confissão seguinte, aproveitando a primeira ocasião que tiverem para se confessar. "

PAZ!



Frases do Cura D'ars - A Santíssima Virgem


Amado de Deus, salve Maria!
Sábado é  o dia da semana dedicado a Maria, e hoje, especialmente, primeiro sábado do mês, dedicado ao Imaculado Coração de Maria.
Vamos meditar nestas frases de Cura D'Ars sobre Maria, deixe Ela santificar o seu sábado, enchendo o seu pequeno coração de amor!
PAZ!


Frases do Cura D'ars - A Santíssima Virgem
A SANTÍSSIMA VIRGEM
São João Maria Vianney – o Cura d’Ars


"As Três Pessoas Divinas contemplam a Santíssima Virgem. Ela é sem mancha, está ornada de todas as virtudes que a tornam tão formosa e agradável à Trindade".


"Deus podia ter criado um mundo mais belo do que este que existe, mas não podia ter dado o ser a uma criatura mais perfeita que Maria".


"O Pai compraz-se em olhar o Coração da Santíssima Virgem como a obra-prima das suas mãos".


"Se um pai ou uma mãe muito ricos tivessem muitos filhos e todos eles viessem a morrer, restando apenas um, esse herdaria todos os bens. Pelo pecado original, todos os filhos de Adão morreram para a graça, e somente Maria, isenta do pecado, herdou as graças de inocência e favores que caberiam aos filhos de Adão, se eles tivessem permanecido em estado de inocência. Deus tornou Maria depositária das suas graças".


"Nesse período [antes do Natal], Jesus e Maria eram por assim dizer uma só pessoa. Jesus, nesses tempos felizes para Maria, só respirava pela boca dEla".


"Maria deseja tanto que sejamos felizes!".


"São Bernardo diz que converteu mais almas por meio da Ave-Maria que por meio de todos os seus sermões".


"A Ave-Maria é uma oração que jamais cansa".


"O meio mais seguro de conhecermos a vontade de Deus é rezarmos à nossa boa Mãe".


"Se o pecador invoca essa boa Mãe, Ela fá-lo entrar de algum modo pela janela".


"Se o inferno pudesse arrepender-se, Maria alcançaria essa graça".


"Maria! Não me abandoneis um só instante, permanecei sempre ao meu lado!".


"Tenho bebido tanto nessa fonte [no coração da Santíssima Virgem], que há muito tempo teria secado se não fosse inesgotável".


"Quando as nossas mãos tocam uma substância aromática, perfumam tudo o que tocam. Façamos passar as nossas orações pelas mãos da Santíssima Virgem. Ela as perfumará".

sexta-feira, 1 de julho de 2011

São Pedro Julião Eymard nos convida a viver o amor neste mês de julho que se inicia!


Amado de Deus, saudamos juntos o mês de julho que chega hoje, com a Festa do Sagrado Coração de Jesus!
Juntos vamos agradecer a Deus, pelo seu Amor imenso.
Veja que linda esta imagem de Jesus, abraçando sua Mãe Maria...quero este abraço também, Jesus!
E você?
Este abraço que demonstra em silêncio a grandeza do amor de Deus...podemos dizer, um amor que dói ( no bom sentido, é claro!).
A liturgia de hoje toda fala sobre o amor de Deus...
Escolhi alguns versículos:
"Se Iahweh se afeiçoou a vós e vos escolheu foi por amor a vós! "(Gn 7, 7-8)
"Mas o amor de Iahweh!...existe para sempre e para sempre existirá por aqueles que o temem!"(sal.102, 17)
"Deus é amor:aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele."(1Jo 4, 16)
"aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossas almas, pois meu jugo é suave e meu peso é leve." (Mt 11,29-30).
Ontem, durante a adoração, Santa Terezinha nos ensinou: "Perguntais-me frequentemente o meio de chegar ao puro amor: é esquecer-vos a vós mesma e não vos procurardes em nada."
Meu convite hoje para você é, amado de Deus, que desfrute deste Amor durante o início deste mês e que decrete, com toda a força, que este mês de julho, que se inicia hoje seja um mês marcado pelo Amor...
Vamos meditar este Amor, junto com São Pedro?


"O amor, princípio, meio e fim da vida cristã.


Deus nos ama verdadeiramente! E nos ama com um amor eterno (Jn31,3) que não teve princípio nem terá fim, nem sucessão, e não é sujeito a vicissitude, somos eternos em seu amor!
Séculos e séculos antes de existirmos, Deus nos concebera em pensamento, nos idealizara em seus desígnios, pensamentos e desígnios de amor (cf. Ef 1,4).
Ah! jamais O haveremos de amar como Ele nos ama. Ainda mesmo que nos esforcemos por dilatar o nosso amor, estendê-lo, fazê-lo ultrapassar os limites, estaremos sempre aquém do devido reconhecimento, sempre devedores de amor!
E a realidade é que não O amamos sequer nos poucos instantes desta vida que Ele nos concede para Lhe testemunharmos livremente a nossa gratidão, ao passo que Ele nos amou desde toda a eternidade!
Sim, Deus nos ama e não se contenta em nos amar genericamente, como parte de um todo, o que seria muito, aliás, e mais que suficiente para a nossa salvação. Mas Ele quer atingir o extremo do amor infinito, e, por isto nos ama individualmente, particularmente, como se cada um de nós fosse o único a existir neste mundo (cf. Gl2,20)."


Viu?
Percebeu a grandeza deste mistério?
Deus te ama como se fosse o único neste mundo!
Quer deixar-se amar por Ele?
Então, agora, amado de Deus, chega de queixas e lamúrias!
Levanta esta cabeça, força! Avante! Deus te ama e te observa, é muito precioso para Ele...confia, creia, espera...tudo Deus fará em sua vida, se assim permitir!
Seja feliz, com Deus, para Deus e em Deus! Amém?
PAZ





Festa do Sagrado Coração de Jesus!

Vamos juntos exaltar o Sagrado Coração de Jesus, fonte de toda misericórida, bondade e amor!




Hino

Jesus, Senhor do perdão,
Da esperança e da alegria,
Fonte de paz e de graça
Para os nossos corações.

Conforto dos pecadores,
Alento de quem Vos reza,
Força de quem Vos procura,
Porque em Vós quer encontrar-se.

Nossas lágrimas são preces,
Nossas lágrimas são gritos,
Dizei, Senhor, à nossa alma:
Sou a tua salvação.

Quando a noite nos envolve,
Ficai connosco, Senhor,
Enchei de luz o silêncio
Das nossas horas de sombra.

Jesus, bondade inefável,
Nunca nos falte na vida,
Senhor, a vossa clemência
E caridade infinita.

Jesus, nascido da Virgem,
Nós Vos louvamos, cantando,
E sempre Vos louvaremos
Na glória do vosso reino.



PAZ