segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A Virtude da Humildade!

Olá queridos irmãos....
Ontem no 22º domingo do tempo comum, dia internacional da Catequista, eu fui convidada a fazer a reflexão no momento da homilia...a liturgia nos trouxe a virtude da Humildade e foi esta a reflexão que Nosso Senhor colocou em meu coração....


  
"A liturgia de hoje nos fala sobre a Humildade.
A humildade é uma virtude ascética...ascese é uma palavra de origem grega que significa exercício...portanto a humildade é um dos exercícios espirituais que nos auxilia na nossa santificação.
O dicionário define a humildade como a virtude pela qual nós tomamos ciência da nossas limitações...
Humildade vem da palavra “húmus” que significa o que vem da terra, ou seja, pó...ser humilde é reconhecer que somos nada e de tudo e em todas as coisas dependemos de Deus...a Ele e só a Ele devem ser dirigidas todas as honrarias e méritos...tudo o que temos e somos de bom vem de Deus, tudo o que temos e somos de ruim vem de nós mesmo é a humildade, então, a virtude que nos ajuda a reconhecer esta verdade.
Sendo assim, como nos ensina Santa Tereza D’Avila, humildade é a virtude que nos leva o conhecimento da Verdade...principalmente da verdade sobre nós mesmos.
Nosso Senhor se declarou “manso e humilde de coração” e sendo Ele o Caminho, a Verdade e a Vida, vemos que a humildade é condição indispensável para seremos a Imagem e Semelhança de Jesus...
O conhecimento de si mesmo, saber que não somos melhores que ninguém é a chave para o exercício da humildade...Sao Paulo fala em sua carta aos Galatas que “quem pensar que é alguma coisa, sendo nada, engana-se a si mesmo”
A humildade, portanto, nos tira da mentira que quer satanás nos enganar, revelando-nos o que verdadeiramente somos.
Santa Tereze DÁvila, ainda, nos ensinou que  a humildade é a chave para todas as outras virtudes, e que, comparada a um jogo de xadrez, vê-se que humildade é a Rainha que dá o cheque-mate no Rei da Glória...nosso Senhor não resiste a um coração humilde!
Ouvi certa vez de um sacerdote que se ele estivesse presente no momento da criação daria a Deus a sugestão de colocar um olho enxergando para fora e outro para dentro, porque assim, vendo o nosso interior, seriamos incapazes de julgar alguma coisa e muito menos, seriamos capazes de apontar o  dedo para o outro...saberiamos que somos nada e não teriamos a coragem de julgar qualquer pessoas, pois saberiamos  extensão de nossa propria maldade...Santo Agostinho, cuja festa a Igreja celebrou ontem, assim falava: “Eis a grande ciência do cristão, conhecer que nada é e que nada pode...só Deus é Tudo em todos”
Mas o desafio e  a proposta para o dia de hoje é como viver a humildade em família, começamos o exercício em casa...Nosso Senhor nos ensina a não ficar em busca dos aplausos e elogios dos outros, antes devemos fazer tudo no silencio do nosso coração, como nos ensinou Nossa Senhora...vemos hoje, quantas vezes, dentro da família, pessoas que só faltam colocar no jornal ou elaborar panfletos pelo bairro para fazer conhecer suas boas obras, sua luta diária, sua doação para família...fique certa que o desejo de se fazer conhecido o que fez de bom, já anula toda o seu mérito...
Outros insistem em ser os coitadinhos da casa...tudo eu, tudo eu!
Outros ainda, acham que todos são obrigados a suportar os seus defeitos, nada fazem para aliviar a família, tornam-se um peso...é a famosa síndrome da Gabriela, eu nasci assim, eu cresci assim e sou mesmo assim, vou ser sempre assim...
Temos ainda aqueles que vivem no seu mundo, fazem só o que lhes agradam, não colaboram, não contribuem com nada e nem querem saber...acham que todos tem a obrigação de trabalhar para ele e nunca tem tempo para servir o outro...
A liturgia de hoje nos propem algo bem diferente...Jesus nos ensina a procurar o ultimo lugar...amor doação, amor serviço, amor que busca a felicidade do outro...
Diferentemente deste mundo que nos prega um amor subjetivo em que me faz imaginar que todos a minha volta tem a obrigação de me fazer feliz, Jesus nos ensina hoje que devemos fazer o contrário, como Ele, por amor, pelo amor e com amor, viver para fazer o outro feliz...esta é a verdadeira chave de tudo...viver para o outro, com Jesus, por Jesus e para Jesus...
Se dentro das famílias cada membro procurasse fazer todo o possível para o outro ser feliz, certamente, não veríamos mais divórcios, nem sofrimentos em relacionamentos, porque, como já disse Santa Tereza D’Avila, Deus não resiste há um coração humilde que deseja sempre agrada-Lo, acima de todas as coisas, acima até de si mesmo e de sua própria vontade...
Ter a coragem de abrir mão de algo pela felicidade de sua família...é coisa para herói, não heroi que o mundo prega, cheio de sucesso e aplauso, mas herói que imitam o seu maior ídolo que é Jesus, manso e humilde de coração!
Outro dia uma amiga querida me chamou a atenção para este vitral...veja que linda cena de Maria e Jose, trocando lírios...fecho os olhos e posso imaginar o amor que envolvia a Sagrada Família, um sempre querendo o melhor para outro, mesmo que seja em detrimento de si próprio...exemplo de santidade e perfeição...
A Humildade é contrária a todo o tipo de egoísmo e eu te digo, meu irmão, minha irmã, se voce até hoje viveu achando que os outros tem a obrigação de te fazer feliz, presta atenção...engana-se a si mesmo e não conhece o verdadeiro amor, posso dizer, como diz aquele dito popular, vai remar, remar e morrer na praia, sem nunca e jamais ter experimentado o verdadeiro amor de Deus em seu coração!
Convido agora voce, meu irmão e minha irmã, a fazer um minuto de silêncio e examinar a si mesmo, como tem vivido sua vida em família, será que tem seguido os conselhos de Nosso Senhor, será que realmente comunga com os seus ensinamentos ou será que a sua vontade, a sua vaidade tem sido o Senhor de Sua Vida? Pensem nisto!
No momento da Comunhão, quando você receber o Senhor da Glória que humildemente se faz pão e se coloca em suas mãos para te servir e te fazer feliz, pense como tem retribuido tanto amor, como você tem vivido o amor dentro de sua familia de sua casa....pense nisto!
Que Nosso Senhor nos ajude!
Louvado seja nosso senhor Jesus, para sempre seja louvado!"


PAZ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário