quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Adeus ao Padre Luciano..."Ainda hoje estará comigo no Paraíso!"

Queridos irmãos,
Ontem, pela manhã, tivemos a triste noticia do falecimento do Padre Luciano, aos 33 anos de idade.
Padre Luciano há dez anos vinha lutando contra um câncer linfático que descobriu quando ainda estava no seminário.
Lembro-me como se fosse hoje o dia em que ele nos participou de sua doença, estávamos reunidos na casa da Ana e do Mineiro, na época o Diácono Luciano...
Tenho muito a agradecer a Deus pela vida do Padre Luciano...me alimentei muito dos "cinco pães e dois peixinhos" que ele na sua generosidade ofereceu a Jesus para alimentar o povo, cansado e necessitado de alimento espiritual....que profundidade eram suas homilias, tão pequenino e tão cheio de sabedoria...como ministrava a Santa Missa com tanta devoção, no momento da Consagração, como exercia o seu ministério com seriedade e respeito, com devoção e amor...
Foram muitas as partilhas que fizemos juntos, ao longo do tempo em que ele foi o diretor espiritual do nosso grupo de casais, aprendíamos um dos outros...
Foi lindo quando ele, com suas economias, nos presenteou com uma linda imagem de Nossa Senhora das Graças, com coroa de pedras, linda, linda...ele disse para nós: "Faço questão de dar para vocês a Imagem de Nossa Senhora, assim, sempre vão lembrar de rezar por mim!"
Lembro-me da grande graça que recebi de Jesus, pelas mãos do Padre Luciano, quando ele celebrou a Santa Missa em minha casa, em volta da mesa de jantar, como na Santa Ceia, nós e nossos amigos em Deus, nos alimentando da Palavra, do Corpo e Sangue de Jesus...fecho os olhos e sinto a presença magnifica do céu inteirinho aqui em minha casa, naquele dia...como sou grata a ele por isto...
Foram muitos os sacramentos que recebi das mãos do Padre Luciano e não eu, mas quantas e quantas pessoas também assim puderam vivenciar a curta mas ao mesmo tempo grande vida de sacerdote que Padre Luciano ofereceu para Deus, foram oito anos de  Sacerdócio dos 33 anos de vida.
Ontem, durante a missa de corpo presente, vendo o sofrimento de seu irmão Lucas e de sua mãe dona Maria, veio a minha lembrança uma linda história de amor em família...
Padre Luciano nasceu em uma familia muito humilde e graças a Deus, soube colher as graças e benção que Deus derramou no seio de sua familia, na Providência, que nunca faltou, na partilha e generosidade, no amor ao próximo e na compaixão com o sofrimento dos outros...contou-me ele uma vez que por um período sua familia se alimentava basicamente de batatas e ele cansou de observar sua mãe descascar as batatas com tanta delicadeza, de maneira a aproveitar o máximo do legume a ser oferecido a ele e seu irmão Lucas e fritava as batatinhas que eles tanto gostavam e comiam com alegria...mas certa vez ele viu que sua mãe não jogava fora as cascas, mas lavava e deixava de lado e, curioso com o fato, viu que sua mãe, depois de dar o melhor para seus filhos, fritava as cascas para ela e seu esposo se alimentarem...
Ontem, olhando aquela mãe ao lado do caixão de seu filho, Sacerdote, lembrei dele me contar esta linda história e fiquei pensando como foi construído por Deus este Sacerdote, com a ajuda de sua mãe, que o ensinou com seus gestos de renuncia e generosidade...
Fiquei pensando em Nossa Senhora, como Padre Luciano amava Nossa Senhora e como Ela estava presente em sua vida, lembrei da Imagem que ele nos presenteou com suas economias, com tanta alegria e olhando a Igreja em Construção, observei que não tinha ali nenhuma imagem de Nossa Senhora e logo rezei uma Ave-Maria para que a alma de Padre Luciano, através deste pequeno gesto, estivesse honrando a Mãe ao chegar no céu e, ao terminar a oração, imediatamente, começou a cantar a Consagração de Nossa Senhora, musica que ele também tanto gostava...então eu percebi que Nossa Senhora o estava recebendo no Céu...fiquei feliz...
Para terminar, quero homenagear ainda nosso querido Padre Luciano, com outra musica que gostava e que tantas e tantas vezes nós ouvimos em sua paróquia "Vou cantar o teu amor" de Padre Fábio de Melo....clique e ouça...
Padre Luciano, rogai por nós!





Vou Cantar Teu Amor (Pde Fábio de Melo)


Vou cantar Teu amor, ser no mundo um farol. Eis-me aqui, 
Senhor, vem abrir as janelas do meu coração 
E então, falarei imitando tua voz. 
Creio em Ti, Senhor, nas pegadas deixadas por Ti vou andar
Vou falar do Teu coração, com ternura nas mãos e na voz, 
Proclamar que a vida 
É bem mais do que aquilo que o mundo ensina e cantar... 
Cantar o canto ensinado por Deus. Com poesia ensinar nossa fé, 
Plantar o chão, cultivar o amor, como poetas que querem sonhar, 
Pra realizar o que o mestre ensinou. Viemos cear, restaurar o coração 
Fonte de vida no altar a brotar, a nos alimentar 
Celebrar meu viver pra no mundo ser mais. Faz de mim, Senhor, 
Aprendiz da verdade, justiça e da paz 
Comungar Teu viver neste Vinho, neste Pão 
Quero ser Senhor, novo homem nascido do Teu coração.



5 comentários:

  1. Linda homenagem querida!
    E magnifica histora de vida!
    Que ele esteja na glória e na presença de Deus!

    ResponderExcluir
  2. stelinha foi muito bom o comentario com a historia de padre luciano desconhecida por mim e por muitas pessoas. na realidade é uma linda historia de vida. Continue na luta filha que a graça de Deus é infinitamente grande para os que creem. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amiga, nao lembrava da imagem que ele deu para nossa equipe, a sua estória me fez lembrar no dia que ele nos contou sobre a doença dele numa pizzaria, pediu que orasse por ele. A devoção dele na consagração é algo marcante na vida dele, e a nós partilhado. beijos, Padre Luciano rogai por nós.
    Daniela

    ResponderExcluir
  4. Olá Padre Luciano. Tive uma trabalheira para falar contigo que nem imaginas, mas enfim lá consegui. Daqui mando-te um beijo e um abraço.
    Da tua amiga,
    Luz Gomes
    P.S Estava realmente muito chateada mas lá consegui. Mas quero dizer-te que continuo a gostar de ti onde quer que esteja.

    ResponderExcluir
  5. Estava até com insónias e preocupada. Até pedi uma pizza. Andei a chatear-me com toda a gente, e nem sequer sabia onde estavas, em que porta bater, só para dizer-te que estou de olho em ti, vê lá e dá uma ajudinha.
    Da tua amiga,
    Luz Gomes

    ResponderExcluir