quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

MEDITAÇÃO DOS DOZE PRIVILÉGIOS DE NOSSA SENHORA

Queridos irmãos, SALVE MARIA!
Esta semana fui abordada por uma filha de Maria sobre os privilégios de Nossa Senhora, mencionados por São Luiz Maria Monfort no capitulo III do Tratado. Isto porque uma das práticas interiores proposta por São Luiz é meditar sobre os privilégios de Nossa Senhora.
Então resolvi postar, para que todos tomem conhecimento e aprendam a fazer a meditação dos doze privilégios concedidos pela Santíssima Trindade à Santíssima Virgem Maria!
É realmente uma grande benção quando procuramos em todas as coisas  e situações encontrar em Maria o conforto, a luz, a direção! Não nos esquecendo nunca que, como na Bodas de Caná, Maria está a serviço do Pai, para que os desígnios divinos se cumpram integralmente em nossa vida!
Coragem! Avante!
Rezemos, rezemos, rezemos, Deus não socorre os que dormem!
A PAZ!

MEDITAÇÃO DOS DOZE PRIVILÉGIOS DA SANTÍSSIMA VIRGEM:

ORAÇÃO INICIAL:
Pai Eterno, eu Vos ofereço pelas mão de Maria Santíssima o preciosíssimo sangue de Vosso Filho. Ofereço-Vos também as lágrimas de Nossa Senhora pela purificação da Terra e conversão dos homens, pela fidelidade dos vossos escolhidos, pela vitória da Santa Madre Igreja e triunfo do Imaculado Coração de Maria, extinção das heresias, derrota do comunismo e pela restauração da Santa Igreja.Rezar uma Salve Rainha.

1º Ato de Meditação: IMACULADA CONCEIÇÃO


O primeiro privilégio, do qual decorrem muitos outros, é a Imaculada Conceição, mediante a qual Nossa Senhora foi preservada do pecado original. Convinha que a Mãe de Deus fosse isenta de qualquer mancha de pecado.Para que Nossa Senhora nos ajude na busca de nossa santificação, rezemos um Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

2ºAto de Meditação: MARIA PRESERVADA DO MAL


A Mãe de Deus não experimentou nenhuma das más inclinações que podem levar ao pecado, e, graças à sua fidelidade, não cometeu jamais a mínima imperfeição.Para que Nossa Senhora nos ajude nas lutas contra as nossas más inclinações, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.

3º Ato de Meditação: PARTO SEM DOR.

Nossa Senhora teve um parto miraculoso e sem dor. Quando Adão e Eva pecaram, Deus disse a Eva: “Darás à luz com dor os filhos” (Gen 3,16). Sendo Nossa Senhora isenta do pecado original, compreende-se que o parto d´Ela não pagasse tributo à dor. O que é explicável, pois não convinha que a vinda do Salvador — alegria do Universo — ocorresse em meio à dor, mas sim numa atmosfera de júbilo. Para que Nossa Senhora nos ajude a vencer toda dor na alegria e no júblio do céu que nos espera rezemos 1 Pai-nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória.

4º Ato de Meditação: SANTA MORTE.

Um quarto privilégio foi sua santa morte. A morte é fruto do pecado original. Disse Deus a Adão: “Tu és pó e em pó te hás de tornar” (Gen 3,19). Como a Virgem Santíssima foi concebida sem pecado original, não havia razão para Ela morrer. Poderia ir diretamente para o Céu, sem passar pela morte. Entretanto, Nossa Senhora desejou não ficar isenta dessa provação, pela qual até seu Divino Filho tinha passado. Por isso faleceu, mas de morte tão suave que, na linguagem católica, fala-se em Dormição da Beatíssima Virgem Maria. Sua morte não foi causada por doença ou velhice. Dominava-a tal amor de Deus, que Ela morreu mais propriamente devido a esse amor. Para que Nossa Senhora nos ajude a nos preparar para santa morte e também para que nos console e nos ajude a aceitar a morte dos nossos amados, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.


5º Ato e Meditação: SEU CORPO INCORRUPTO.

Um quinto privilégio de Nossa Senhora é que seu corpo não se corrompeu no túmulo. A perda da vida acarreta a destruição da matéria, mas no caso d´Ela a morte não teve poder sobre a matéria. Nada se alterou, nada se perdeu. Por isso sua morte é comparada ao sono, à Dormição.Para que Nossa Senhora nos ajude na luta diária para que nossa alma não se corrompa com as investidas e as falsas alegrias deste mundo, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.


6º Ato de Meditação: PLENITUDE DAS GRAÇAS!



Um sexto privilégio é a plenitude das graças recebidas. Deus é grandioso, generoso, porquanto cria sem nenhuma necessidade de criar, fazendo-o porque assim o quer. E, ao criar, Deus decidiu que ao menos uma mera criatura recebesse tudo o que é possível a um ente criado receber. Assim, recebeu Ela já no primeiro instante de seu ser todas as graças possíveis. Para que Nossa Senhora nos ajude a não desperdiçar as graças que o Pai em sua bondade nos concede a cada dia para nos converter aos seus desígnios rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.



7º Ato de Meditação: FIDELIDADE A GRAÇA DE DEUS!



Ao ser agraciada com a plenitude da graça, Nossa Senhora, em sua humanidade, em tese, podeira receber e rejeitar. Mas Nossa Senhora foi inteiramente fiel à graça, que A preservou de toda imperfeição. Nossa Senhora nunca desejou algo que não fosse a Vontade de Deus a Seu respeito.

Para que Nossa Senhora nos ajude a ser fiel a graça que Deus nos concede de conversão, nos iluminando e conduzindo para um arrependimento fiel e eficaz, na mudança de atitudes e na busca incessante por nossa santidade, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.



8º Ato de Meditação: MATERNIDADE DIVINA

Um oitavo privilégio foi a maternidade divina. Deus é a Sabedoria, e tudo o que faz decorre de uma razão altíssima. Qual seria o sentido de existir uma criatura a mais perfeita possível, isenta do pecado original e cheia de graça, e não lhe tocar uma vocação superior? Seria como uma obra de arte que não fosse exposta ao público e permanecesse fechada num cofre. Nossa Senhora é a obra-prima da criação, sendo lógico, portanto, que recebesse uma vocação proporcional à sua especialíssima situação. E que vocação pode haver mais alta do que a de ser Mãe de Deus? Para que nunca desprezemos o titulo de Filhos de Maria que Nosso Senhora, na cruz nos concedeu por imensa bondade e gratidão e, como bons filhos, que não deixemos de escutá-La e buscá-La em todas as situações, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.

9º Ato de Meditação: VIRGINDADE DE MARIA.

Tratemos de um nono privilégio. Deus quis que sua Mãe fosse Virgem. Por quê? Não é regra comum da vida que maternidade e virgindade sejam incompatíveis? A virgindade não é apenas algo físico, mas corresponde também a um estado de alma. Quis Deus que as mães votem um amor especial, do ponto de vista natural, pelos seres que geraram. Mas para Nossa Senhora Ele almejava mais. Ela devia ser dotada de todo o amor possível de Mãe, mas concomitantemente, de todo desapego das coisas do mundo que a virgindade produz nas almas. E Nossa Senhora, a mais perfeita das mães, devia ter alma de Virgem, a fim de fazer o mais perfeito sacrifício possível e praticar o supremo desapego: entregar seu próprio Filho para ser imolado, com vistas a redimir nossos pecados.
Para que Nossa Senhora nos ajude a busca do verdadeiro desapego de nós mesmos, de nossas vaidades e paixões, libertando-nos para que livres também possamos ser canal de libertação rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.


10º Ato de Meditação: ASSUNÇÃO AO CÉU.

Um décimo privilégio de Nossa Senhora: sua Assunção aos céus, em corpo e alma. Compreende-se igualmente que, segundo o plano divino, um ser tão perfeito deveria receber um prêmio perfeito. Em contraste com os outros seres mortais, Ela está no Céu em corpo e alma.Para que um dia nos seja concedida a graça de estar na companhia de Maria e de todos os santos na glória celeste, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória.

11º Ato de Meditação: NOSSA SENHORA RAINHA DO CÉU E DA TERRA.

Tendo-a chamado a Si, de forma tão privilegiada, compreende-se que Deus A tenha coroado como Rainha do Céu e da Terra. 
Coroemos também esta boa Mãe como Rainha de nossa vida e como bons súditos, estejamos sempre a postos aos seus pedidos, aos seus conselhos, as suas ordens. Para que Nossa Senhora sempre ocupe o lugar de Rainha em nossa vida em nosso coração, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória.

12º Ato de Meditação: ECÔNOMA E DISPENSADORA DE TODAS AS GRAÇAS.


Finalmente, o décimo-segundo: a onipotência (a onipotência suplicante) que Jesus Cristo lhe concedeu, estabelecendo-a como dispensadora de todas as graças. Tal privilégio, altíssimo sem dúvida alguma, é também um extraordinário prêmio para todos nós. Afinal, quem se beneficia dele? Nossa Senhora recebe todas as graças para as distribuir aos outros. Ela é a dispensadora, Aquela que entrega.Estejam sempre nossas vidas em sua Benditas Mãos! Para que nunca nos afastemos de Nossa Senhora e para que sempre depositemos em Suas Mãos nossa vida e nossas aflições, rezemos 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria, 1 Glória.



Conclusão 
Como não ficar jubiloso ao saber que tão perfeita Mãe dispõe do poder de aspergir entre seus filhos as graças divinas? Peçamos então o poderoso auxílio d’Ela. E rezemos pela conversão daqueles a quem o orgulho cega, não querendo entender a beleza de uma Mãe tão cheia de privilégios, que a todos eleva. 

HINO
Salve Rainha, Mãe de Deus,
És Senhora nossa Mãe, 

Nossa doçura, nossa luz, 

Doce Virgem Maria.
Nós a Ti clamamos, 
Filhos exilados,

Nós a Ti voltamos, 

Nosso olhar confiante.
Volta para nós Oh! Mãe,
Teu semblante de Amor.

Dá-nos Teu Jesus, Oh! Mãe,

Quando a noite passar.
Salve Rainha, Mãe de Deus,
É auxilio dos cristãos,

Oh! Mãe Clemente, Mãe Piedosa,

Doce Virgem Maria.





terça-feira, 26 de janeiro de 2016

TREZENA DE SANTO ANTONIO



Queridos irmãos,
Esta trezena recebi de uma grande amiga e irmã de fé que tem uma grande devoção por Santo Antônio.
Ela fez esta novena em um momento muito difícil da vida dela, quando seu netinho, ainda no ventre da nora, foi diagnosticado com uma má formação do coração. O diagnóstico não só deixou incerto o nascimento com vida do neto, como também foi taxativo ao dizer que, se o nascimento fosse com vida, a criança deveria passar por inúmeras cirurgias para consertar a má formação. Imagine só o desespero da família, um recém nascido operando o coração!
Ela fez esta trezena e consagrou o neto a Santo Antônio.
Seu netinho nasceu, realmente passou por três cirurgias, mas hoje está muito bem, graças a Deus.
Na última cirurgia que ele fez, no segundo semestre do ano passado (2015) a recuperação dele foi muito difícil e ficou um mês no hospital. Imagine, uma criança de apenas dois aninhos. Como anjinho que é, conquistou o coração de todas as enfermeiras que cuidavam dele e o levavam para passear nos corredores do hospital.
Certo dia, esta minha amiga estava no quarto com ele, quando uma das enfermeiras foi até lá buscá-lo para dar uma voltinha pelos corredores e ele, muito sapeca, saiu correndo, e a enfermeira atras, quando de repente ela se deparou com a seguinte cena: Ele estava paradinho em frente ao quarto de outro menininho que tinha passado por um transplante e estava correndo serio risco de vida, deitadinho no leito, entubado. O netinho da minha amiga estava com as mãos estendidas como que estivesse rezando baixinho pela vida do menino. A enfermeira parou a atras dele, sem fazer barulho e ele ficou alguns minutos nesta posição, com as mãozinhas postas em direção ao leito do menino... Todos que estavam ali ficaram emocionados!!!!
Muito lindo!
Então queridos, irmãos, não são poucas as pessoas que se socorrem da ajuda de Santo Antônio para suas inúmeras dores e sofrimentos, não deixe de se socorrer dele também, confie, com certeza Santo Antônio, se esta for a vontade de Deus para você, estará clamando junto ao Nosso Senhor pela sua intenção!
Mãos a obra!
Deus não socorre os que dormem!
Rezar, rezar, rezar e rezar com fé! Esta é única e infalível maneira de se superar uma tribulação!
Alcançada a graça, poste aqui seu comentário para animar os irmãos que sofrem tribulações!
Deus te abençoe!
A PAZ!


TREZENA DE SANTO ANTÔNIO

1-Só faça quando você estiver precisando de algo muito importante.
2-Toda terça feira, fazer cópias da oração e entregar a 3 pessoas as quais sabe precisar de uma grande graça. Se não conhecer pessoas deixe uma cópia na Igreja, porém ideal é entregar para as pessoas.
3-Faça com fé e Santo Antônio intercederá para que Jesus te conceda a graça, por mais que seja impossível.

ORAÇÃO

Jaculatória: "Meu Santo Antônio querido, que a causa que me aflige (falar a graça que se espera alcançar) se transforme em alegria. Rezar um Pai-Nosso, 3 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai.

Reza-se toda terça feira e dá-se um nó em uma fita rezando a jaculatória durante treze semanas. É tão grande o milagre que não chega a dar o quinto nó na fita.
Cada terça-feira dão-se 3 cópias da oração, sendo que a cada uma deve juntar uma fita de 30 cm de qualquer cor. Se não tiver para quem passar, deixe em uma Igreja Católica. Alcançando a graça envie a sua fita com os treze nós para:
REVERENDO PADRE DA IGREJA DA LAMPADOSA
AV.PASSOS, 15 - CENTRO
RIO DE JANEIRO - RJ
CEP: 20051-040



domingo, 17 de janeiro de 2016

COMO ESTÁ A TUA TALHA?


Queridos irmãos!
SALVE MARIA!
Nada enebria tanto meu coração como cantar louvores a Maria, principalmente neste domingo, onde meditamos sobre a Bodas de Caná!
Que maravilha poder contar com esta Mãe a observar a nossa vida, nosso coração, tão necessitado do vinho novo do amor, da vida!
Nossa Mãe VÊ a nossa talha seca, vazia, sem estar realizando a missão, o seu fim último, o porque de sua existência...
Talhas foram feitas para vinhos, se estiverem vazias, estão sem realizar a sua missão, a razão de sua existência!
Imagine que seu coração, sua vida, sua família, é uma talha que precisa estar cheia do vinho novo do Senhor!
Nossa Mãe, convidada em nossa vida, assim como em Caná, não está entre os demais comendo e bebendo, desfrutando da festa, mas está a serviço, ajudando, observando, arrumando, cuidando, preparando, intercedendo como uma boa Mãe faz! Nossa Mãe tem compromisso com o plano salvífico de Deus para sua vida, não está nela para desfruta-la, mas para ajudar a salva-la!
Quantos convidados na festa! As talhas estavam ali, porém sem o vinho, fundamental para que a festa prosseguisse! 
Talhas secas, vazias, infecundas, sem vida! 
Quando nós, queridos irmãos, estamos distantes dos projetos de Deus, ainda que estejamos cumprindo todas as normas e exigências da Igreja, nossa talha fica seca, apegada a coisas passadas, necessitada do VINHO NOVO que só o Senhor pode dar e dá certamente, para quem tem Maria como convidada da festa de sua vida!
E você, já convidou Maria hoje para estar na festa da sua vida,na comemoração de mais um dia de sua existência?
Ela está sempre a serviço, sempre atenta, sempre Mãe, graças a DEUS sempre MÃE!
Para Mãe nenhum sonho de Deus é obscuro, Ela está por dentro do que o Pai quer para sua vida e, por isto, verifica sua talha!
"Eles não tem mais vinho!"
"Fazei o que Ele vos disser!"
Que coisa maravilhosa poder ouvir este conselho de Maria em sua vida, indicando o caminho a seguir...Ela que percebe logo a secura de sua talha, corre e intercede, e orienta para que você a preencha com orações e ações, afim  de que Nosso Senhor, com a talha cheia de orações e ações possa te dar o vinho novo, MUITO MELHOR, mas MUITO MELHOR MESMO do que o antigo!
Sem medo do novo de Deus, vamos em frente descobrir e cumprir a missão de Deus para nossa vida, dar sentido a nossa talha, preenche-las de vida!
Veja, talha seca é vazia e sem sentido, sem gosto e sem alegria...
Como está a sua?
Olhemos confiantes para nossa Mãe e com certeza Ela intercederá para que Nosso Senhor realize o milagre na sua vida!
REZE:


"A VÓS RECORREMOS SANTA MÃE DE DEUS NÃO DESPREZEIS A NOSSA SUPLICA EM NOSSA NECESSIDADE MAS LIVRAI-NOS SEMPRE DE TODOS OS PERIGOS Ó VIRGEM GLORIOSA E BENDITA. AMÉM!"

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ANO DA MISERICÓRDIA! AMOR DE DEUS QUE ANTECIPA E SALVA!


Mateus 5
"…6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus. …"







Queridos irmãos!

Salve Maria!
Nosso Papa nos convida este ano a fazer a experiência do amor de Deus que se antecipa e quer nos resgatar, nos salvar!
Para entender o que significa este grande atributo do Pai, ser Misericordioso, e, bem assim, compreender a grande oportunidade que nossa Igreja amada nos propõe este ano, vamos analisar a palavra MISERICÓRDIA, na sua origem.
MISERICÓRDIA é uma palavra de origem latina, derivada de MISERERE, que significa sentir piedade, sentir compaixão, mais CORDIS derivado de CORAÇÃO!
Portanto, sentir compaixão com o coração!
Muito bem, mas o que é ter compaixão? COMPAIXÃO, também de origem latina, COMPASSIO, formada por COM (junto), mas PASSIO, (sofrimento, ato de suportar), do verbo PATI (sentir, sofrer, aguentar) - portanto SENTIR, SOFRER,AGUENTAR JUNTO!

No dicionário, assim esta descrito o seu significado:

COMPAIXÃO=substantivo feminino. sentimento piedoso de simpatia para com a tragédia pessoal de outrem, acompanhado do desejo de minorá-la; participação espiritual na infelicidade alheia que suscita um impulso altruísta de ternura para com o sofredor.

Mas a pesquisa não fica ai, precisamos ir fundo para poder valorizar este tão grande atributo de Deus e procurar entender o maravilhoso sentido desta espera do Pai por cada um de nós!
Segundo Dr. Eli Lizorkin-Eyzenberg, um estudioso israelense especializado na História da Igreja antiga e moderna, existe um verbo em hebraico "LeRachem" que significa ter misericórdia,  verbo que está conectado com palavras como "RACHIM" que significa "amado",  e,  mais lindo e intrigante é que a raiz da palavra MISERICÓRDIA também está conectada com "gravidez", pois "RACHEM" é "ÚTERO""Misericordiar" em hebraico, então, significa gerar  o amado ou leva-lo de volta ao útero: “Necessário vos é nascer de novo” (João 3:7 ). 
QUE LINDO!

Fazer a experiência da Misericórdia do Pai, é como voltar para o útero de Deus, ser gerado por este amor, voltar a SER FILHO, REVIVER, RENASCER, voltar ao começo de tudo, a fonte da sua existência, AO AMOR! 
Quem não conhece a parábola do Filho Pródigo (Lucas 15) ou, melhor dizendo, a parábola do Pai Compassivo e Misericordioso, onde o Pai realiza a Espiritualidade da Compaixão/Misericórdia na sua plenitude. É um processo que inclui vários passos. Primeiro o Pai respeita a liberdade do filho. Ele quis ir embora, o Pai não o impediu, mesmo com dor no coração. O Filho se foi para longe do Pai e os sofrimentos decorrentes desta escolha,  fez com que "caísse em si" e chegasse a conclusão de voltar ao Pai. O Pai sempre o esperou e por isto o vê de longe...seu olhar é penetrante em relação ao filho perdido, Ele vê longe e em profundidade aquele coração que se converteu e quer o Seu Perdão. O Pai não vê só com os olhos, vê com o CORAÇÃO(CORDIS)! Então CORRE AO SEU ENCONTRO! 
A Misericórdia do Pai supera em muito a expectativa do filho que apenas queria ser um empregado...o Pai não o acolhe como empregado, mas como o melhor dos filhos, com Beijo, Vestes Novas, Anel no dedo, Sandálias aos pés e FESTA!
O filho esperava ser recebido pela Lei, porque sabia que bem o merecia, porém o Pai que VIU o seu coração arrependido, o recebeu LeRachem...é como se o Pai o levasse de volta ao útero(RACHEM) e o devolvesse a identidade de FILHO AMADO(RACHIM)!
Novamente gerado pelo sofrimento, arrependimento e perdão!
Embora pensasse ser apenas um empregado descobre que, pelo Pai, nunca deixou de ser filho e não um filho qualquer, mas um filho gerado no AMOR e na EXPERIÊNCIA DO PERDÃO!
Esta parábola tão importante nos ensina, queridos irmãos, que estamos diante de um Deus que é PAI, compassivo, bondoso, superabundante no amor e que sempre, SEMPRE, está a nossa espera!
E este ano o convite da Igreja para nós, seus filhos, está não apenas em fazer a experiência do retorno aos braços Misericordiosos do Pai, como também, nos impulsiona a imitá-Lo, gerando em nossos corações, através deste amor salvífico que transforma, o nosso irmão que distante do PAI deixou-se enlamear pela crueldade das inverdades mundanas, das injustiças,  dos pecados...
Precisamos ser a VOZ que CLAMA no DESERTO! Precisamos testemunhar esta Misericórdia a experiência de voltar ao coração do PAI!
Como praticar?
O Catecismo da Igreja Católica nos ensina, no tomo 2447, quais são gestos de MISERICÓRDIA:


2447 - As obras de misericórdia são as ações caritativas pelas quais socorremos o próximo em suas necessidades corporais e espirituais. Instruir, aconselhar, consolar, confortar são obras de misericórdia espiritual, como também perdoar e suportar com paciência. As obras de misericórdia corporal consistem sobretudo em dar de comer a quem tem fome, dar de beber a quem tem sede, dar moradia aos desabrigados, vestir os maltrapilhos, visitar os doentes e prisioneiros, sepultar os mortos. Dentre esses gestos de misericórdia, a esmola dada aos pobres é um dos principais testemunhos da caridade fraterna. E também uma prática de justiça que agrada a Deus.





Portanto, queridos irmãos, "mãos a obra", peçamos ao Espírito Santo que nos conceda a graça de estarmos vigilantes para não perdermos a oportunidade de praticar e atender o que o PAI através da inspiração ao Papa Francisco nos orienta e nos pede!

Façamos a experiência da Misericórdia do Pai e depois, renascidos no amor, pratiquemos o verbo LeRachem, como nos pede JESUS!
A PAZ!