terça-feira, 20 de maio de 2014

MAGNIFICAT

Queridos irmãos,
Neste mês de maio quero partilhar fatos lindos que aconteceram comigo, para que o nome de Nossa Mãezinha seja amado sempre e cada vez mais!
Outro dia, no horário do meu grupinho de oração, estávamos eu e uma querida irmãzinha de fé aguardando a chegada das participantes para dar inicio as nossas orações quando chegou uma moça e ajoelhou-se aos pés da imagem de Nossa Senhora.
De repente esta moça começou a chorar muito e eu imediatamente olhei para minha irmãzinha de fé, e juntas nos dirigimos até ela para perguntar se precisava de ajuda, se queria oração pois estávamos ali para isto.
Imediatamente ela disse que sim então, pegamos nossas Bíblias e terço e começamos a orar para ela.
Oramos bastante, o Espírito Santo foi conversando com ela através de nós, acalmando, animando, ajudando... através de revelações que ela confirmava e que se libertava.
Quando ela parou de chorar, estando bem mais calma, a minha irmãzinha de fé olhou para mim e disse: "Vamos rezar o Magnificat para ela!"
Isto porque temos este costume de sempre rezar esta linda oração de nossa Mãe, e eu disse que sim com a cabeça...
Com as nossas mãos postas na cabeça dela, começamos a rezar e qual não foi nossa surpresa quando ela nos acompanhou com a oração, em voz alta, não repetindo, mas nos acompanhando...
Ficamos muito felizes em ver que ela rezava e que, não só conhecia a oração, como sabia reza-la de cor, e quando terminou pedi que ela levantasse, dei um grande abraço e falei para ela que com certeza tudo se cumpriria segundo os desígnios de Deus na vida dela, porque estava ao lado de Maria que como boa mãe jamais negaria ajuda a uma filha que leva o Magnificat em seus lábios...
E para nossa surpresa ela olhou nos meus olhos, as lágrimas escorrendo, e me disse que nunca tinha ouvido o Magnificat e nem sabia rezar e não sabe como, mas os lábios dela nos acompanhavam e a voz saia sem que ela tivesse qualquer domínio sobre isto... Foi imediata a ação no coração desta mulher, que saiu da Igreja louvando e agradecendo a Deus e cheia de esperança e confiança no Senhor!
Outro fato lindo que aconteceu com a oração do Magnificat, foi quando visitei uma Senhora enferma junto com uma irmã para levar a Santa Eucarisita.
Fazia três dias que esta mulher enferma não se alimentava e estava no hospital muito mal, em estado terminal de câncer.
Quando chegamos no hospital, ela me viu e logo eu perguntei: Advinha quem eu trouxe? Ela imediatamente respondeu: JESUS! 
Rezamos bastante com ela, ela comungou e continuamos rezando... como esta Senhora foi um grande mulher de Deus (ela já faleceu) no ouvido dela comecei a lembrar os tempos iniciais da Renovação carismática que ela coordenou em nossa cidade, de como ela destemidamente pregava o evangelho e como o Espírito Santo agia de maneira maravilhosa nos encontros e experiências de orações e nas suas pregações...
Estas lembranças fizeram com que ela começasse a louvar e bendizer a Deus, mesmo com as dores horríveis que ela estava sentindo, sua voz não saia mas seus lábios se movimentavam neste louvor, apresentando um leve sorriso, de uma pureza, amor e verdade infinita... baixinho no ouvido dela fui dizendo o quanto ela foi importante na minha vida e como ela é a culpada pelo amor louco que tenho por Jesus, afinal ela foi uma das minhas mães espirituais... quando eu falei a palavra mãe, imediatamente senti no coração o quanto nossa senhora queria que ela lhe oferecesse a dor que estava sentindo no momento, podia sentir a presença forte de Maria naquele quarto de hospital, de braços abertos, olhando e sorrindo fixamente para aquela grande mulher de fé que presa na cama, estava totalmente rendida pela dor física que sentia no momento... então senti uma grande vontade de rezar o Magnificat... fui rezando em voz alta e minha amiga me acompanhando e a senhora enferma começou a rezar alto também com muita força, como nos velhos tempos, e quando nós terminamos, ela abriu os olhos, sorriu e na sequência entrou a enfermeira com o jantar... a filha desta senhora que estava nos acompanhando perguntou: "Mãe chegou o jantar a senhora vai comer hoje? (há três dias nada punha de alimento na boca)... e todos nós pudemos ver o milagre quando ela respondeu:
"SIM, estou com fome, vou tomar a sopa e comer a gelatina!" E me pediu:
"Stelinha, fique aqui até eu terminar.."
E a netinha dela, feliz, disse: "Nossa vó, que oração forte heim, não acredito que vai comer!!! Deus seja louvado!"
E, acreditem, ela sentou-se na cama e com aspecto renascido, alimentava-se e com ternura me olhava em agradecimento... e antes de ir embora falei em seu ouvido :" Jesus e Nossa Senhora estão loucos de amor pela senhora e não vêem a hora de estarem juntos para sempre!"
Do fundo do coração irmãos, não tem nada mais lindo do que você testemunhar a morte de alguém que desejou tanto o céu e que lutou tanto por tantos corações duros e frios para que conhecessem Jesus! O Evangelho sempre foi sua vida, acima de tudo e de todos, sempre Jesus, sempre Jesus!
Por isto queridos irmãos, nesta hora em que você agora lê estes testemunhos, convido-o a rezar comigo, e onde está escrito "Acolhe Israel" você coloque seu nome... vamos rezar:



MAGNIFICAT
A minh’alma engrandece o Senhor,
exulta meu espírito em  Deus, meu Salvador!
Porque olhou para a humildade de sua serva,
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita!
O Poderoso fez em mim maravilhas,
  e Santo é seu nome!
Seu amor para sempre se estende,
sobre aqueles que O temem!
Manifesta o poder de seu braço,
dispersa os soberbos;
derruba os poderosos de seus tronos
e eleva os humildes;
sacia de bens os famintos,
 despede os ricos sem nada.
Acolhe Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,
como havia prometido a nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos para sempre!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre
Amém!


A PAZ!