sexta-feira, 13 de março de 2015

MÃES QUE REZAM!


Queridos irmãos a paz!



Ano passado tive a inspiração de convidar as irmãs do grupo de oração para rezarmos um grande cerco de jericó pelos nossos filhos.
Então juntamos 10 mães, cada mãe escreveu no papel o nome de seus filhos, sorteamos a ordem e rezamos dez semanas seguidas por eles. A oração foi feita seguida de uma Palavra bíblica (pedíamos para o Senhor), ou então, caso houvesse uma Palavra de ciência  anotávamos e no final, cada uma das participantes entregava para a mãe o que o Senhor falou durante a semana do cerco. Em todos os dias da semana uma de nós oferecia um jejum, sempre aspergindo água benta. Fizemos também um xerox para cada uma com a foto de todos os filhos, e guardávamos  em nossas bíblias.
Foi uma benção enorme para todas as mães que participaram, porém, um testemunho foi muito forte e quero partilhar.
Uma das mães, no ultimo dia do cerco que rezamos pelas suas filhas,  nos contou o seguinte:
Esta mãe, como muitas, trabalha, e por isto tem horário certo para chegar e sair de casa, mas durante a semana que rezávamos pelas suas filhas, por um motivo qualquer ela precisou voltar para casa no meio da tarde, fora do seu horário de costume.
Uma das suas filhas estava causando uma certa preocupação com o namoro, e a mãe tinha uma certa desconfiança de que o rapaz consumia maconha.
 Quando chegou em casa e tentou a abrir a porta percebeu que a chave estava virada e não conseguiu entrar. Chamou, então, por sua filha que estava lá dentro e viu que ela estava com uma amiga, pela movimentação. No seu coração sentiu um grande espinho e o Senhor a impulsionou a verificar o que estava acontecendo. Chamou, chamou e a filha demorou muito para abrir. Enfim ela mesmo conseguiu abrir quando entrou bruscamente e viu que a filha corria para área de serviço junto com a amiga.
Depressa foi verificar o que estava acontecendo quando percebeu a fumaça e o cheiro característico de maconha e os olhos vermelhos da filha. Perguntou para a filha quem estava usando a maconha e, para sua tristeza, ela confessou.
Sentiu como se o seu teto desabasse, pernas tremendo e sem saber qual atitude tomar. Sentou com ela e perguntou quem a tinha ensinado a usar e ela confessou ter sido o namorado. A mãe abraçou a filha com muito amor e disse que sentia muito esta situação e queria saber o que fazer para ajudá-la. Ao chegar a noite as duas contaram para o pai, a filha muito arrependida prometeu nunca mais usar e, de fato, parou por completo.
Percebemos todos a grande ação de Deus durante o cerco pois é uma grande providencia descobrir quando nossos filhos estão trilhando um caminho diverso daquele que ensinamos e esperamos. Descobrir em tempo de corrigir e alertar é um motivo de grande ação de graças!
Este ano iniciamos outro grande cerco, agora com 21 mães!!! São 21 semanas de oração initerrupta pelos nossos filhos.
Ao terminar, posto os testemunhos, são muitos!
Assim, queridos irmãos e irmãs, Deus conta com os pais para serem intercessores constantes dos filhos, reúna com amigos e amigas, comece um pequeno grupo, reze, reze, reze!
O tempo é urgente e o caminho está tortuoso e perigoso, a oração é extremamente necessária!
Não se esqueça jamais: DEUS CONTA COM VOCÊ!
A PAZ!