sexta-feira, 21 de março de 2014

UM LINDO TESTEMUNHO

Querido irmão (ã), seja bem vindo!
É bom estarmos juntos através deste blog e do amor que temos por Jesus!
Em um dos retiros de cura interior, AGAPETERAPIA, que trabalhei como serva, ouvi que muitos dos nosso traumas são causados pela ingratidão.
Como assim?
Somos tentados a nos apegar a situações difíceis que vivemos, no apropriamos delas e deixamos de lado, ignoramos  por completo os inúmeros benefícios que Deus, na sua imensa bondade, nos concede dia a dia.
Um exemplo simples, é o sol que todos os dias se levanta no mesmo horário para iluminar nosso dia. Será que pensamos na bondade de Deus ao permitir que o sol apareça? Mas, quando um dia amanhece chuvoso, trazendo algum desconforto para nossos afazeres, com certeza, reclamamos, murmuramos, perdemos o humor!
O louvor, o agradecimento a Deus pelas mínimas coisas tem um poder enorme de libertação: O louvor que liberta!
Por que?
Porque ao agradecer todos os dias a Deus pelas pequenas coisas que Ele nos concede, quando algo errado acontecer, não vai ter tanto impacto em nosso coração, pois vamos reconhecer que Deus nos permitiu sorrir muito mais do que chorar!
Parece muito simples, mas não sei se estou sendo tão clara.
Entretanto, este testemunho lindo que vou partilhar, com certeza, vai esclarecer, iluminar o seu coração e a sua mente!
Uma irmã de oração, outro dia, saindo de seu trabalho na hora do almoço, no caminho para casa, seu estomago super vazio, roncando mesmo, só pensava no que teria na mesa para comer... No transito a única coisa que vinha na sua mente é a pergunta: O que será que a minha funcionária fez para o almoço? 
Como o transito estava lento, ela começou a ficar nervosa e de mau humor pela pressa que estava de chegar logo em casa e saciar sua fome.
E, de repente, o transito parou e ela olhou para o lado e viu um mendigo mexendo em um lixo, certamente procurando algo para comer.

E quando o transito voltou a andar, o Espírito Santo falou em seu coração:
"Está com tanta fome, mas tem certeza que na sua casa tem uma comida boa te esperando...não te dói ver este irmão seu procurando algo para comer no lixo?"
No mesmo momento, lógico, seu coração ficou cheio de compaixão por este irmão e ela falou com Jesus:
"Senhor, vou dar a volta no quarteirão e prometo que, o que tiver na carteira, vou dar para este pobre homem comer!"
E assim ela fez, deu a volta no quarteirão, parou o carro ao lado do mendigo, chamou-o e disse:
" Meu irmão, olha pega este dinheiro, dá para você comer por alguns dias, por favor, vai se alimentar!"
O mendigo pegou o dinheiro da mão dela e sorriu!
Ela ligou o carro e quando estava saindo um outro carro fechou a sua passagem o que a fez brecar bruscamente, quase bateu! Com isto olhou no retrovisor e qual não foi a sua surpresa quando viu o mendigo ajoelhado no chão, com os braços levantados, olhando para o céu, numa atitude de agradecimento a Deus pela ajuda que ela acabava de lhe dar!
Quando viu esta imagem, começou a chorar e pediu perdão a DEUS pois percebeu que nunca tinha agradecido a Ele pelas refeições que na sua Imensa Bondade, permitiu que ela, ao longo de sua vida, consumisse e este pobre homem, como soube agradecer o pouco que ela tinha-lhe oferecido, sim para ela foi pouco, muito pouco, o que partilhou com aquele mendigo, perto do que Deus  tem feito em sua vida inteirinha!
E aquele pobre mendigo agradecia a Deus porque finalmente alguém o viu! Percebeu sua existência, sua necessidade, sua fome e pode lhe ajudar! Como Deus é bom!
Este mendigo, de fato, só precisava que alguém percebesse a sua existência!
Percebe agora?
Vê como somos largos para pedir e fracos para agradecer?
Vê como Deus nos concede benefícios muito maiores do que as cruzes que as vezes nos permite carregar?
Vê que mesmo quando nos oferece a cruz, Ele jamais nos deixa carregar sozinhos?
De fato, querido irmão (ã), quero mesmo te impulsionar a criar o hábito de agradecer a Deus por todas as coisas, sempre e a toda hora, colocando seu coração em contato constante com Ele através do louvor!
Vai perceber que sua cruz aos poucos, se tornará leve, porque o louvor te libertou!
Que Deus nos ajude sempre!
A PAZ!