quinta-feira, 14 de novembro de 2013

SEIS PRESCRIÇÕES DE DOM BOSCO PARA ALCANÇAR A SALVAÇAO

Olá queridos,
Continuando o mesmo pensamento do post passado, segue alguns conselhos de Dom Bosco, para o nosso próprio bem e para nossa salvação!
Sinceramente, fiquei encantada com tamanha simplicidade e sabedoria!
Veja, não é tão difícil assim buscar o bem...
Busque-o, com toda a força do seu coração e da sua alma e, com certeza, será feliz!
A PAZ!



Nascido em 1815, São João Bosco foi um homem de inteligência extraordinária, charme e força física - dons que ele usou exclusivamente para servir ao próximo num esforço contínuo de ganhar almas para Deus, especialmente a dos meninos. Ele fundou o Oratório de São Francisco de Sales, uma escola e refúgio para as crianças que ajudava, e, 1859, uma congregação dedicada à educação católica.

O estilo de ensino dele era cândido, simples, mas com uma grande visão. Nesse âmbito, vou apresentar aqui o que ele chamada de "medicina para a alma". A simplicidade e eficácia dessas "prescrições" nos lembra aqueles velhos remédios caseiros feitos pelas nossas mães ou avós. Eles ajudam jovens e velhos indistintamente.

I prescrição: Dê a Deus a maior honra e glória possível com toda a sua alma. Se você tem um pecado na sua consciência, remova-o o mais rápido possível por meio de uma boa confissão.

II prescrição: Nunca ofenda ninguém. Acima de tudo, esteja disposto a servir aos outros. Demande mais de si mesmo que de seu próximo.

III prescrição: Não confie naqueles que não têm fé em Deus e que não obedecem aos seus mandamentos. Aqueles que não têm escrúpulos em ofender a Deus e que não dão a Ele o que deveriam, não terão barreiras para ofender você e trair sua confiança quando for conveniente.

IV prescrição: Se você não quer cair na ruína, nunca deverá gastar mais do que ganha. Tenha sempre isso em mente e examine suas verdadeiras condições com afinco.

V prescrição: Seja humilde. Fale pouco de si e nunca louve a si mesmo diante de ninguém. Aquele que louva a si, mesmo quando tem um mérito verdadeiro, arrisca-se a perder a boa impressão causada aos outros. Aquele que busca apenas glória e honra tem certamente uma cabeça vazia alimentada apenas pelo vento... não terá paz de alma e não será confiável em suas iniciativas.

VI prescrição: Carregue sua cruz nas suas costas e aceite-a da maneira que é, pequena ou grande, venha ela de amigos ou inimigos ou de qualquer outra origem. O mais inteligente e feliz dos homens é aquele que, sabendo que ele está condenado a carregar a cruz ao longo da vida, de bom grado aceita resignadamente o que Deus lhe enviou.

Promessa de felicidade

D. Bosco conclui: "Caro amigo, eu sou um homem que ama a alegria, e que, portanto, deseja vê-lo e a todo mundo feliz. Se você fizer o que eu digo, vai ser alegre e feliz de coração"

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

PARA SER FELIZ!

Olá, queridos amigos!
Hoje vou postar um Caminho de Felicidade traçado por Santo Antonio Maria Claret, que é os Deveres de estado que cada pessoa precisa buscar e praticar.
Se cada pessoa, na verdade, cumprisse integralmente aquilo que Deus espera dela, no estado em que escolheu para sua vida, ou que está vivendo, com certeza, tudo concorria para o bem de todos.
Insisto em dizer que o exemplo e ensinamento dos Santos são grande tesouro de Nossa Igreja Católica que nos indica o Caminho para ser feliz!
Os Santos viveram este Caminho e alcançaram a graça, porque não seguir seus passos?
Nossa Igreja tem tantos santos e santas e, realmente, não é possível que você não encontre um, cuja vida possa tocar o seu coração. Comece com o Santo padroeiro, cuja festa acontece na data do seu nascimento, ajuda muito e diz muito. Ou, então, o Santo cujo nome de batismo você homenageia, também é um sinal de predileção.
De qualquer forma, o importante mesmo, é que você sele uma amizade profunda com um Santo e tenha Ele com uma poderosa ajuda no Caminho de volta para o céu!
Espero que estes conselhos de Santo Antonio Maria Claret te seja útil, como o foi e é para mim!
A PAZ!

DEVERES DO ESTADO:


OBRIGAÇÕES DOS CHEFES DE FAMÍLIA

1- Sustentar a família conforme o próprio estado.
2- Não dissipar os bens da família em jogos nem em vaidades.
3- Pagar pontualmente o ordenado aos criados, jornaleiros.
4- Vigiar sobre os costumes de seus filhos e dependentes.
5- Procurar que frequentem a palavra de Deus e os santos Sacramentos.
6- Corrigí-los com prudência.
7- Castigá-los sem paixão de ira etc.
8- Tratá-los com benevolência.
9- Tê-los ocupados.
10- Assistí-los em suas doenças.
11- Edificá-los com o bom exemplo.
12- Encomendá-los a Deus, e proporcionar-lhes bons mestres, patrões etc.
13- Procurar a devida separação entre filhos e filhas, e pessoas de diferente sexo.
14- Não admitir pessoa alguma que possa, com suas conversações, ou de qualquer outra maneira, ser motivo de escândalo à família.

OBRIGAÇÕES DOS FILHOS E DEPENDENTES

1- Olhar e considerar os pais e patrões como representantes de Deus.
2- Amá-los de coração.
3- Respeitá-los devidamente e falar bem deles, tanto em sua presença como em sua ausência.
4- Obedecer-lhes com prontidão.
5- Serví-los com fidelidade.
6- Socorrê-los em suas necessidades.
7- Sofrer seus defeitos, calando sempre.
8- Rogar a Deus por eles.
9- Ter cuidado das coisas de casa.

OBRIGAÇÕES DOS MARIDOS

1- Amar a sua mulher,como Jesus Cristo a Igreja.
2- Não desprezá-la, porque é companheira inseparável.
3- Dirigi-la como inferior.
4- Ter cuidado dela,como guarda de sua pessoa.
5- Sustentá-la com decência .
6- Sofrê-la com toda paciência.
7- Assisti-la com caridade.
8- Corrigi-la com benevolência.
9- Não maltratá-la com palavras nem obras.
10- Não fazer nem dizer coisa alguma diante dos filhos , ainda que pequenos, que possa ser para eles motivo de escândalo. 

OBRIGAÇÕES DAS ESPOSAS

1- Estimar o marido.
2- Respeitá-lo como a sua cabeça.
3- Assisti-lo com toda a diligência.
4- Ajudá-lo com reverência.
5- Responder-lhe com mansidão.
6- Calar quando estiver zangado e enquanto durar a zanga.
7- Suportar com paciência seus defeitos.
8- Repelir toda a familiaridade.
09- Cooperar com o marido na educação dos filhos.
10- Não desperdiçar as coisas e os bens da casa.
11- Respeitar os sogros como pais.
12- Ser humilde com as cunhadas.
13 -Conservar boa harmonia com todas as pessoas da casa.