segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A Virtude da Humildade!

Olá queridos irmãos....
Ontem no 22º domingo do tempo comum, dia internacional da Catequista, eu fui convidada a fazer a reflexão no momento da homilia...a liturgia nos trouxe a virtude da Humildade e foi esta a reflexão que Nosso Senhor colocou em meu coração....


  
"A liturgia de hoje nos fala sobre a Humildade.
A humildade é uma virtude ascética...ascese é uma palavra de origem grega que significa exercício...portanto a humildade é um dos exercícios espirituais que nos auxilia na nossa santificação.
O dicionário define a humildade como a virtude pela qual nós tomamos ciência da nossas limitações...
Humildade vem da palavra “húmus” que significa o que vem da terra, ou seja, pó...ser humilde é reconhecer que somos nada e de tudo e em todas as coisas dependemos de Deus...a Ele e só a Ele devem ser dirigidas todas as honrarias e méritos...tudo o que temos e somos de bom vem de Deus, tudo o que temos e somos de ruim vem de nós mesmo é a humildade, então, a virtude que nos ajuda a reconhecer esta verdade.
Sendo assim, como nos ensina Santa Tereza D’Avila, humildade é a virtude que nos leva o conhecimento da Verdade...principalmente da verdade sobre nós mesmos.
Nosso Senhor se declarou “manso e humilde de coração” e sendo Ele o Caminho, a Verdade e a Vida, vemos que a humildade é condição indispensável para seremos a Imagem e Semelhança de Jesus...
O conhecimento de si mesmo, saber que não somos melhores que ninguém é a chave para o exercício da humildade...Sao Paulo fala em sua carta aos Galatas que “quem pensar que é alguma coisa, sendo nada, engana-se a si mesmo”
A humildade, portanto, nos tira da mentira que quer satanás nos enganar, revelando-nos o que verdadeiramente somos.
Santa Tereze DÁvila, ainda, nos ensinou que  a humildade é a chave para todas as outras virtudes, e que, comparada a um jogo de xadrez, vê-se que humildade é a Rainha que dá o cheque-mate no Rei da Glória...nosso Senhor não resiste a um coração humilde!
Ouvi certa vez de um sacerdote que se ele estivesse presente no momento da criação daria a Deus a sugestão de colocar um olho enxergando para fora e outro para dentro, porque assim, vendo o nosso interior, seriamos incapazes de julgar alguma coisa e muito menos, seriamos capazes de apontar o  dedo para o outro...saberiamos que somos nada e não teriamos a coragem de julgar qualquer pessoas, pois saberiamos  extensão de nossa propria maldade...Santo Agostinho, cuja festa a Igreja celebrou ontem, assim falava: “Eis a grande ciência do cristão, conhecer que nada é e que nada pode...só Deus é Tudo em todos”
Mas o desafio e  a proposta para o dia de hoje é como viver a humildade em família, começamos o exercício em casa...Nosso Senhor nos ensina a não ficar em busca dos aplausos e elogios dos outros, antes devemos fazer tudo no silencio do nosso coração, como nos ensinou Nossa Senhora...vemos hoje, quantas vezes, dentro da família, pessoas que só faltam colocar no jornal ou elaborar panfletos pelo bairro para fazer conhecer suas boas obras, sua luta diária, sua doação para família...fique certa que o desejo de se fazer conhecido o que fez de bom, já anula toda o seu mérito...
Outros insistem em ser os coitadinhos da casa...tudo eu, tudo eu!
Outros ainda, acham que todos são obrigados a suportar os seus defeitos, nada fazem para aliviar a família, tornam-se um peso...é a famosa síndrome da Gabriela, eu nasci assim, eu cresci assim e sou mesmo assim, vou ser sempre assim...
Temos ainda aqueles que vivem no seu mundo, fazem só o que lhes agradam, não colaboram, não contribuem com nada e nem querem saber...acham que todos tem a obrigação de trabalhar para ele e nunca tem tempo para servir o outro...
A liturgia de hoje nos propem algo bem diferente...Jesus nos ensina a procurar o ultimo lugar...amor doação, amor serviço, amor que busca a felicidade do outro...
Diferentemente deste mundo que nos prega um amor subjetivo em que me faz imaginar que todos a minha volta tem a obrigação de me fazer feliz, Jesus nos ensina hoje que devemos fazer o contrário, como Ele, por amor, pelo amor e com amor, viver para fazer o outro feliz...esta é a verdadeira chave de tudo...viver para o outro, com Jesus, por Jesus e para Jesus...
Se dentro das famílias cada membro procurasse fazer todo o possível para o outro ser feliz, certamente, não veríamos mais divórcios, nem sofrimentos em relacionamentos, porque, como já disse Santa Tereza D’Avila, Deus não resiste há um coração humilde que deseja sempre agrada-Lo, acima de todas as coisas, acima até de si mesmo e de sua própria vontade...
Ter a coragem de abrir mão de algo pela felicidade de sua família...é coisa para herói, não heroi que o mundo prega, cheio de sucesso e aplauso, mas herói que imitam o seu maior ídolo que é Jesus, manso e humilde de coração!
Outro dia uma amiga querida me chamou a atenção para este vitral...veja que linda cena de Maria e Jose, trocando lírios...fecho os olhos e posso imaginar o amor que envolvia a Sagrada Família, um sempre querendo o melhor para outro, mesmo que seja em detrimento de si próprio...exemplo de santidade e perfeição...
A Humildade é contrária a todo o tipo de egoísmo e eu te digo, meu irmão, minha irmã, se voce até hoje viveu achando que os outros tem a obrigação de te fazer feliz, presta atenção...engana-se a si mesmo e não conhece o verdadeiro amor, posso dizer, como diz aquele dito popular, vai remar, remar e morrer na praia, sem nunca e jamais ter experimentado o verdadeiro amor de Deus em seu coração!
Convido agora voce, meu irmão e minha irmã, a fazer um minuto de silêncio e examinar a si mesmo, como tem vivido sua vida em família, será que tem seguido os conselhos de Nosso Senhor, será que realmente comunga com os seus ensinamentos ou será que a sua vontade, a sua vaidade tem sido o Senhor de Sua Vida? Pensem nisto!
No momento da Comunhão, quando você receber o Senhor da Glória que humildemente se faz pão e se coloca em suas mãos para te servir e te fazer feliz, pense como tem retribuido tanto amor, como você tem vivido o amor dentro de sua familia de sua casa....pense nisto!
Que Nosso Senhor nos ajude!
Louvado seja nosso senhor Jesus, para sempre seja louvado!"


PAZ!

Linda oração de Madre Tereza de Calcutá!

Oi irmãos....recebi hoje um jornalzinho editado por Vanessa Valente, filha de uma irmã de oração, onde ela testemunha as vitórias e necessidades da sua missão na Africa...veja que linda a oração da Madre Tereza de Calcutá que ela postou....




Alguem para amar


Senhor,
Quando eu tiver fome,dai-me alguém que necessite de comida.
Quando tiver sede,dai-me alguém que precise de água.
Quando sentir frio,dai-me alguém que necessite de calor.
Quando tiver um aborrecimento,dai-me alguém que necessite de consolo.
Quando minha cruz parecer pesada,deixe-me compartilhar a cruz do outro.
Quando me achar pobre,ponde a meu lado alguém necessitado.
Quanto não tiver tempo,dai-me alguém que precise de alguns dos meus minutos.
Quando sofrer humilhação,dai-me ocasião para elogiar alguém.
Quando estiver desanimada,dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.
Quando sentir a necessidade da compreensão dos outros,dai-me alguém que necessite da minha.
Quando sentir necessidade de que cuidem de mim,dai-me alguém que eu tenha de atender.
Quando pensar em mim mesma,voltai minha atenção para outra pessoa.
Tornai-nos dignos, Senhor, de servir nossos irmãos que vivem e morrem pobres e com fome, no mundo de hoje.
(Madre Teresa de Calcutá)

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Mães peçamos a intercessão de Santa Monica pela conversão dos nossos filhos!






Santa Mónica nasceu em Tagaste, África, por volta do ano 331. Casou-se com Patrício, um homem de carácter difícil, propício à ira, mas teve o consolo de ver o seu batismo um ano antes que morresse.
Santa Monica, ainda, chorou e rezou pela conversão de seu filho Agostinho por dezesseis anos e suas lágrimas e orações foram atendidas por Deus que transformou totalmente o coração de seu filho, fazendo-o posteriormente fundador de uma ordem e Bispo de Hipona.
Santo Agostinho, cuja festa comemoramos amanhã, em seu livro "Confissões" descreve todo o sofrimento e a vitória de sua mãe, que faleceu em 387.
"Confissões" de Santo Agostinho é um livro maravilhoso...não deixe de ler... 


Vou postar aqui a novena de Santa Mônica para ser rezada por nós, mães que, assim como ela, suplicamos e oferecemos a Deus nossas lágrimas pela conversão e o encontro da verdadeira felicidade por nossos filhos...


NOVENA A SANTA MÔNICA
Inicia-se com o sinal da cruz e posterior ato de constrição.
ORAÇÃO PREPARATÓRIA PARA TODOS OS DIAS
Oh gloriosa Santa Mônica, espelho de esposas, modelo de mães, consolo de viúvas, mulher admirável, a quem Deus infundiu o espírito de oração e concedeu aquele dom de lágrimas com que soubestes fazer violência ao Deus das misericórdias, para que se compadecesse de vossos gemidos, escutasse vossas preces e vos concedesse as vossas suplicas, nós que sofremos e choramos nos tristes caminhos da vida, a suplicar-vos que nos atinjais o espírito de oração que tivestes e a misericórdia que merecem nossas culpas, para que derramando com humildade nosso coração diante de Deus de toda piedade e misericórdia, atinjamos a graça de viver a santa vida que vivestes na terra, e mereçamos a glória que gozais agora no céu, em companhia de nossos pais, esposos e filhos, e de todos os que pelo sangue e pelo afeto nos pertencem e são, em Jesus Cristo, Senhor nosso, amados e queridos de nosso coração. Amém.
Primeiro dia
Modéstia
Oração
Senhor, Deus onipotente, que vos comprouvestes em enfeitar a vossa escolhida serva Santa Mônica, desde sua tenra infância, com os dons amáveis da modéstia, da castidade e do pudor; pelo que ela vos agradou com estas preciosíssimas virtudes, concedei-me a graça de amá-las e praticá-las como ela, para que com ela vos sirva e vos agrade, meu Deus e meu Senhor; no meio da vaidade e corrupção deste século, e assim mereça conseguir os prêmios que tendes reservados a vossos escolhidos na eterna bem-aventurança. Amém.
Três Pai-Nossos, 3 Ave-Marias e 3 Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da bem-aventurada Santa Mônica.)

Todos os dias
PRECES
Ó Senhor, que confortastes a Mônica em suas provas, confortai a quantos sofrem de solidão e abandono em nossa sociedade, roguemos ao Senhor.
Ó Senhor, que trocastes em gozo as lágrimas de Mônica, concedei-nos que jamais contristemos a ninguém, senão que mais bem sejamos causa de alegria para nossos irmãos, roguemos ao Senhor.
Ó Senhor, que confortastes a Mônica em suas orações pela conversão de seu filho, ajudai-nos a não desesperar no tempo de prova, senão a pôr nele toda nossa esperança, roguemos ao Senhor.
Ó Senhor, que concedestes a Santa Mônica superar com fortaleza as dificuldades de seu matrimônio, concedei-nos a todos os cônjuges que têm dificuldades, que saibam oferecer-se mutuamente consolo, roguemos ao Senhor.
Ó Senhor, que quisestes que Santa Mônica fosse modelo de virtudes na vida familiar, olhai a todas as mães do mundo, para que sempre saibam conduzir a seus filhos para vós, roguemos ao Senhor.
Ó Senhor, nossa mãe Santa Mônica que, em seu leito de morte, pedira aos seus que a recordassem diante de vosso altar, aceitai as orações de nossas comunidades por nossos irmãos e irmãs falecidos, roguemos ao Senhor.
ACLAMAÇÕES
Com vossas lágrimas de amor,
Mãe do grande Agostinho,
destes à Igreja um Doutor,
destes ao céu um serafim.
Salve a vós, mulher bendita,
muda e só em vosso quebranto,
que pressagiastes com vosso pranto
novos triunfos da Cruz!
Cada lágrima que rola
por vosso pálido semblante
é um reflexo radiante
do sol da eterna luz.
Com vossas lágrimas de amor...
Como solo lamentador
de tortura solitária,
suba ao céu vossa prece
do vale da dor;
Deus vos escuta, e os vossos frutos,
do poder de Deus,
cai um gigante rendido:
e é o filho de vosso amor!
Com vossas lágrimas de amor...
ORAÇÃO FINAL
Gloriosíssima e bem-aventurada, Santa Mônica! Grande na paciência, magnânima na esperança e ditosa no triunfo; mulher sábia e prudente, que soubestes edificar vossa casa e nela resplandecestes como o sol quando amanhece nas alturas do céu, e em tudo fostes exemplo esclarecido à mulher cristã; agora que estais já na "terra dos que vivem para sempre, onde não há prantos nem gemidos, nem dor algum", lembrai-vos das que ainda gememos e choramos neste vale, onde gemestes e chorastes; e intercedei diante do Senhor para que tenha compaixão de tantas mães e esposas em suas tribulações e trabalhos, e para que recolha nossos gemidos e escute nossas preces e nos conceda, como a vós, o fim de todos nossos desejos, e mereçamos, num dia, reinar e descansar na glória como vós, rodeadas de todos os entes queridos de nosso coração, e abençoar, ali, convosco as eternas misericórdias do Senhor, pelos séculos dos séculos. Amém.

Segundo dia
Devoção
Oração do dia
Oh Deus de infinita glória e majestade! Que inefável vos comprazíeis nos sentimentos de piedade e devoção com que vos amava e servia vossa fidelíssima serva Santa Mônica, quando com tanto gosto preferia as delícias secretas da oração e do recolhimento às ternas carícias dos seus e, a todos os afagos sedutores da carne; concedei-me, pela intercessão desta vossa serva devotíssima, a graça de que eu vos ame e vos sirva sem pecado até a morte, e que prefira sempre a dita de agradar-vos, a todas as vaidades e deleites da terra, e assim mereça desfrutar num dia as eternas e puríssimas delícias da glória. Amém.
Três Pai Nosso, Ave Maria e Glória Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica.)
Terceiro dia
Zelo
Oração
Oh Deus, infinitamente amável e adorável, que de tal modo infundistes no coração de vossa amadíssima serva Santa Mônica, o zelo de vossa glória e da saúde das almas; que, sendo esposa atribulada e afligida, soube beber em silêncio o cálice de suas tribulações. E com seus santíssimos exemplos e prudentíssimos conselhos, soube edificar e consolar a muitas mães e esposas. Pelo que ela vos agradou com sua heróica paciência, concedei-me saber igualmente sofrer, em silêncio, meus trabalhos e edificar com minhas palavras e exemplos a meus próximos. A fim de que vos sirva de todo coração e de tudo o que faça seja para glória vossa e minha satisfação, conforme aos desígnios de vossa adorável vontade. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem-aventurada Santa Mônica.)
Quarto dia

Oração
ORAÇÃO
Oh Deus, clementíssimo e misericordiosíssimo, que no coração maternal de Santa Mônica vos dignastes infundir o espírito da humildade e a oração para que em constante súplica rogasse, em vossa presença, pela salvação de seu esposo e a conversão de seu querido filho Agostinho. Pelo muito que ela vos agradou com sua oração e suas lágrimas, concedei-me aquele mesmo espírito de humildade e oração que ela teve, para que saiba eu rogar ante vosso divino acatamento, pelas grandes necessidades de minha alma e de todos os que me estão por Vós encomendados, e de Vós mereça alcançar para mim e para eles, primeiro, vossa graça, e depois, a glória. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem-aventurada)
Quinto dia

ORAÇÃO
Oh Deus onipotente e nas promessas fidelíssimo, que vos dignastes inspirar a vossa serva Santa Mônica uma fé tão grande a respeito da conversão de seu filho Agostinho; que nos dias de sua amargura, assegurou a seu próprio filho que ele tinha
de vir para onde ela estava, e fizestes que se cumprisse a profecia de um santo Bispo, que ao ver a fé e as lágrimas de Mônica, disse: "é impossível que filho de tantas lágrimas pereça"; pelo muito que vos agradou a fé daquela santa mãe, concedei-me que eu tenha tanta confiança em vosso poder e misericórdia, que atinja o que vos peço nesta novena e por isso vos glorifique minha alma, pelos séculos dos séculos. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica)
Sexto dia

Esperança
ORAÇÃO
Oh Deus onipotente e Pai de toda consolação, que vos dignastes alentar tanta esperança no coração de vossa serva Santa Mônica, que nos dias mais amargos de tribulação, quando seu filho mais se afastava de Vós, nunca deixou de esperar, com grande confiança, o cumprimento de seus desejos e a consecução de vossas misericórdias; concedei-me, por sua intercessão e méritos, aquela firme esperança que ela teve, para que eu jamais desfaleça em minha oração e mereça conseguir o que vos peço para consolo de minha alma e vossa glória. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica)
Sétimo dia

Caridade
ORAÇÃO
Oh Deus infinitamente bom e digno de ser amado, que de tal modo consolastes a vossa serva, Santa Mônica, nas últimas horas de sua vida, vendo a seu lado o filho de sua alma, Agostinho, convertido totalmente a Vós e santificado pelas águas do batismo, exclamava que já nada lhe ficava que fazer neste mundo, senão voltar a Vós, para amar-vos e possuir-vos para sempre; por aquele tão grande amor com que vos amava a mãe de Agostinho sobre a terra, concedei-me, rogo-vos, oh meu bom Deus! Que eu vos ame com ela, e que de tal modo viva desprendida de todas as coisas e laços deste mundo, que nada deseje fora de Vós, e assim mereça possuir-vos e gozar-vos pelos séculos dos séculos. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica)
Oitavo dia
Perseverança
ORAÇÃO
Oh Deus dos escolhidos e predestinados, que vos dignastes conceder a vossa serva Santa Mônica uma morte tão doce e tão ditosa em terra estranha, que sem cuidar-se da honra de seu corpo, só pensou em entregar a Vós o alma, e encarregou a seu filho Agostinho, que deixando descansar seu corpo na terra, onde queira que ela falecesse, não se esquecesse de rogar durante os dias de sua vida pela alma de sua mãe ante o altar do Senhor; pela preciosa morte daquela santa mãe, concede-me a dita de morrer em Vós e para Vós, como verdadeira filha da Igreja, de sorte que consiga entrar em posse da bem-aventurança, onde me veja rodeada de meu esposo, de meus filhos e de todos os seres queridos de meu coração, e juntamente com eles louve ali para sempre as vossas misericórdias. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica)
Nono dia

Intercessão dos Santos
ORAÇÃO
Oh Deus! Que sempre vos comprazes na glória de vossos santos e vos mostras neles admirável para que sejam venerados entre os povos; e assim no traslado das santas relíquias de vossa serva Mônica, desde o porto de Ostia à Cidade Eterna, dignastes-vos honrá-la com o júbilo dos povos que a saudavam a seu passo, com a devoção de tantas mães que saíam a oferecer-lhe seus filhos e suas lágrimas e a acompanhastes naquela gloriosa viagem com os prodígios de vossa onipotência, fazendo, por sua mediação, desejadíssimos milagres; pelo suave aroma que exalam em vossa presença os restos venerados daquela mulher santa e admirável, dignai-vos acordar-me de minha indiferença, ressuscitar-me a vossa graça e conceder-me quanto vos peço para minha saúde eterna e a de todos aqueles que Vós pusestes sob meu amor e cuidado. Glorificado seja, deste modo, o vosso nome e o nome de Mônica, vossa serva, pelos séculos dos séculos. Amém.
Três Pais-Nossos, três Ave-Marias e três Glórias ao Pai.
(Uns instantes de silêncio e meditação e peçamos a graça que desejamos obter por intercessão da Bem aventurada Santa Mônica)

Santa Mônica, rogai por nós!


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Adeus ao Padre Luciano..."Ainda hoje estará comigo no Paraíso!"

Queridos irmãos,
Ontem, pela manhã, tivemos a triste noticia do falecimento do Padre Luciano, aos 33 anos de idade.
Padre Luciano há dez anos vinha lutando contra um câncer linfático que descobriu quando ainda estava no seminário.
Lembro-me como se fosse hoje o dia em que ele nos participou de sua doença, estávamos reunidos na casa da Ana e do Mineiro, na época o Diácono Luciano...
Tenho muito a agradecer a Deus pela vida do Padre Luciano...me alimentei muito dos "cinco pães e dois peixinhos" que ele na sua generosidade ofereceu a Jesus para alimentar o povo, cansado e necessitado de alimento espiritual....que profundidade eram suas homilias, tão pequenino e tão cheio de sabedoria...como ministrava a Santa Missa com tanta devoção, no momento da Consagração, como exercia o seu ministério com seriedade e respeito, com devoção e amor...
Foram muitas as partilhas que fizemos juntos, ao longo do tempo em que ele foi o diretor espiritual do nosso grupo de casais, aprendíamos um dos outros...
Foi lindo quando ele, com suas economias, nos presenteou com uma linda imagem de Nossa Senhora das Graças, com coroa de pedras, linda, linda...ele disse para nós: "Faço questão de dar para vocês a Imagem de Nossa Senhora, assim, sempre vão lembrar de rezar por mim!"
Lembro-me da grande graça que recebi de Jesus, pelas mãos do Padre Luciano, quando ele celebrou a Santa Missa em minha casa, em volta da mesa de jantar, como na Santa Ceia, nós e nossos amigos em Deus, nos alimentando da Palavra, do Corpo e Sangue de Jesus...fecho os olhos e sinto a presença magnifica do céu inteirinho aqui em minha casa, naquele dia...como sou grata a ele por isto...
Foram muitos os sacramentos que recebi das mãos do Padre Luciano e não eu, mas quantas e quantas pessoas também assim puderam vivenciar a curta mas ao mesmo tempo grande vida de sacerdote que Padre Luciano ofereceu para Deus, foram oito anos de  Sacerdócio dos 33 anos de vida.
Ontem, durante a missa de corpo presente, vendo o sofrimento de seu irmão Lucas e de sua mãe dona Maria, veio a minha lembrança uma linda história de amor em família...
Padre Luciano nasceu em uma familia muito humilde e graças a Deus, soube colher as graças e benção que Deus derramou no seio de sua familia, na Providência, que nunca faltou, na partilha e generosidade, no amor ao próximo e na compaixão com o sofrimento dos outros...contou-me ele uma vez que por um período sua familia se alimentava basicamente de batatas e ele cansou de observar sua mãe descascar as batatas com tanta delicadeza, de maneira a aproveitar o máximo do legume a ser oferecido a ele e seu irmão Lucas e fritava as batatinhas que eles tanto gostavam e comiam com alegria...mas certa vez ele viu que sua mãe não jogava fora as cascas, mas lavava e deixava de lado e, curioso com o fato, viu que sua mãe, depois de dar o melhor para seus filhos, fritava as cascas para ela e seu esposo se alimentarem...
Ontem, olhando aquela mãe ao lado do caixão de seu filho, Sacerdote, lembrei dele me contar esta linda história e fiquei pensando como foi construído por Deus este Sacerdote, com a ajuda de sua mãe, que o ensinou com seus gestos de renuncia e generosidade...
Fiquei pensando em Nossa Senhora, como Padre Luciano amava Nossa Senhora e como Ela estava presente em sua vida, lembrei da Imagem que ele nos presenteou com suas economias, com tanta alegria e olhando a Igreja em Construção, observei que não tinha ali nenhuma imagem de Nossa Senhora e logo rezei uma Ave-Maria para que a alma de Padre Luciano, através deste pequeno gesto, estivesse honrando a Mãe ao chegar no céu e, ao terminar a oração, imediatamente, começou a cantar a Consagração de Nossa Senhora, musica que ele também tanto gostava...então eu percebi que Nossa Senhora o estava recebendo no Céu...fiquei feliz...
Para terminar, quero homenagear ainda nosso querido Padre Luciano, com outra musica que gostava e que tantas e tantas vezes nós ouvimos em sua paróquia "Vou cantar o teu amor" de Padre Fábio de Melo....clique e ouça...
Padre Luciano, rogai por nós!





Vou Cantar Teu Amor (Pde Fábio de Melo)


Vou cantar Teu amor, ser no mundo um farol. Eis-me aqui, 
Senhor, vem abrir as janelas do meu coração 
E então, falarei imitando tua voz. 
Creio em Ti, Senhor, nas pegadas deixadas por Ti vou andar
Vou falar do Teu coração, com ternura nas mãos e na voz, 
Proclamar que a vida 
É bem mais do que aquilo que o mundo ensina e cantar... 
Cantar o canto ensinado por Deus. Com poesia ensinar nossa fé, 
Plantar o chão, cultivar o amor, como poetas que querem sonhar, 
Pra realizar o que o mestre ensinou. Viemos cear, restaurar o coração 
Fonte de vida no altar a brotar, a nos alimentar 
Celebrar meu viver pra no mundo ser mais. Faz de mim, Senhor, 
Aprendiz da verdade, justiça e da paz 
Comungar Teu viver neste Vinho, neste Pão 
Quero ser Senhor, novo homem nascido do Teu coração.



segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A porta estreita é JESUS!


Olá irmãos!
Iniciamos a semana com uma ordem de Jesus: 
"Esforçai-vos por entrar pela porta estreita!" (Luc 13, 24a)
  
Esta ordem serviu de resposta a uma pergunta feita por alguém que O acompanhava: "Senhor, é pequeno o número dos que se salvam?" (Luc 13, 23)
Jesus não respondeu diretamente a pergunta porque a resposta depende de cada um de nós, do nosso livre arbítrio, o desejo de Deus é que TODOS se salvem...
A salvação, o Céu, o Reino é um convite que Deus faz a cada um de nós e a sua resposta está nas escolhas que fazemos ao longo de nossa vida...a escolha é uma ATITUDE, a escolha está em constante movimento até a nossa morte...ela é diária...é a luta do dia a dia pelo bem, pelo amor...
Deste modo, a porta larga espaçosa sou EU...a porta estreita é JESUS!
Cada vez que digo sim a minha vontade, estou dizendo não a Jesus...sim, queridos, escolher a porta estreita significa renunciar a si mesmo e fazer aquilo que Deus quer que faça...
Sendo assim, Jesus nos aponta o que devemos fazer, nos dá uma Luz Divina...não existe céu sem esforço, sem sacrifício, sem renuncia de si mesmo, sem doação...
É isto mesmo o que está lendo, é ali, naquela dor, naquela situação difícil, naquele esforço sobre humano que você se vê obrigado a fazer no dia a dia, é aí mesmo que está a grande chance de se salvar...
Então o que devo fazer? Oferecer a Deus um sacrifício de Louvor, sacrifício porque não é mesmo fácil agradecer pelas dores e lutas que precisamos enfrentar, mas preciso ter a consciência que são elas que me levam para o céu!
Outra coisa importante é que não existe meio termo, ou a porta é larga ou é estreita, não tem mais ou menos...na verdade, em Apocalipse 3, 14-16, a Palavra de Deus nos alerta para este fato, veja:

"Ao anjo da Igreja de Laodicéia escreve: Eis o que diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o Princípio da criação de Deus. Conheço as tuas obras: não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Mas como és morno, nem fio e nem quente, vou vomitar-te."

Então irmãos a busca pelo Reino exige de nós um esforço...não é fácil, cada dia mais eu tenho a certeza de que não é fácil...o Amor exige de nós um esforço e não existe céu , não existe Reino de Deus sem amor...esta é a medida AMOR e não o amor subjetivo, mas o amor doação, verdadeiro, aquele que nos fala tão claramente São Paulo em 2Cor13, 4-7:


"O amor é PACIENTE, é BOM. NÃO tem INVEJA. O amor NÃO é ORGULHOSO. NÃO é ARROGANTE. Nem ESCANDALOSO. NÃO BUSCA OS PRÓPRIOS INTERESSES, NÃO se IRRITA, NÃO guarda RANCOR. NÃO se ALEGRA COM A INJUSTIÇA, mas SE REJUBILA COM A VERDADE. TUDO DESCULPA, TUDO CRÊ, TUDO SUPORTA E TUDO ESPERA."

São Paulo descobriu o Caminho que leva ao Céu: JESUS! Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Ele é quem te ama assim, com paciência, com bondade, desinteressado, humilde, com mansidão, calma, perdoando sempre, desculpando sempre, suportando sempre e o mais lindo de tudo Ele está sempre esperando a sua mudança de atitude sem nunca e jamais desistir de ti...
Mas alegre-se, enquanto voce estiver respirando, ainda há chance de se salvar...
Então, conhece alguém que te ama assim, como Jesus?  Tem coragem de escolher outro caminho que não seja este Amor?
Pense nisto!
Com São Pedro Julião Eymard vamos rezar:
"Ó  meu Deus, concedei-me a graça de morrer ao pecado e a mim mesmo, e de viver unicamente para vos amar em vossa Eucaristia."


PAZ!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Senhor é meu pastor e nada me faltará!



Olá irmãos!
A liturgia de hoje encheu meu coração de amor e gratidão por Deus, nosso Senhor....
Logo pela manhã, durante a Santa Missa, ouvir a primeira leitura, fez meu coração pular de alegria e amor, e mais, ainda, gratidão por ser Jesus um Pastor tão fiel, tão manso, tão bom, tão delicado, tão cuidadoso....
Diz assim o versículo que tocou meu coração:
"Certamente eu mesmo cuidarei do meu rebanho e dele me ocuparei!" (Ezequiel 34,11)
Ao ouvir a proclamação desta Palavra, eu me senti como esta ovelhinha da foto ao lado, totalmente abandonada nos braços do meu Senhor e Pastor e digo que para mim, não existe lugar melhor...
Diante da grandeza do nosso Senhor eu me sinto assim mesmo, uma ovelhinha pequena, cega e bobinha, tão dependente do meu Pastor...assustada e muitas vezes com medo, preciso d'Ele sempre, para em seus Braços me sentir segura e salva...Durante toda a minha vida não me lembro de ter me faltado estes Braços quentes e macios, fortes e seguros, poderosos e meigos...todas as ocasiões que corri para Ele, estes Braços Santos e Benditos, Adoráveis e Precisos, estavam ali, abertos para mim...e pude me aconchegar, me alojar, me derramar n'Eles...
Como posso deixar de louvar e bendizer um Deus que, como diz a Palavra, se ocupa de mim, vermezinho que sou?

Então, vamos rezar?

"Ah meu Senhor e Deus, o que seria de mim sem Teus Braços? Certamente já teria morrido nos braços deste mundo que, ao contrário dos Seus Senhor, são frios,  duros, imprecisos, fracos, perigosos...Que bom que me chamou um dia Senhor, que bom que ouvi a Tua Voz e agora n'Ela quero me guiar...Obrigado Jesus, porque cuida de mim, e com tão grande amor e delicadeza cuida de mim, Jesus...És bom, És maravilhoso, És Providente! Eu Te amo Jesus e quero e desejo ardentemente ser cuidada por Ti, Pastor querido e amado, como aprecio ouvir a Tua Voz, como  espero ouvi-La, como desejo ser guiada por Ti...quero ser guiada por Ti, preciso ser, Senhor...quero ser protegida, alimentada, vestida, cuidada por Ti, eu Te adoro Pastor Fiel e Bom e lindo, como és lindo! Pastor querido em Tuas Mãos eu sei que nada me falta, que restauras as minhas forças, que me guia por caminhos justos, me faz forte e por isto nada temo...sua felicidade e amor me seguirão todos os dias da minha vida...(Sl23(22) Sim Jesus é a Tua felicidade que eu desejo...o mundo me apresenta tantas felicidades falsas, Senhor, protege-me delas? Revela-me Senhor o caminho que leva a Tua Felicidade...Dá-me um coração apto a compreender Teus designos, um ouvido ensinado para ouvir a voz de comando do Meu Pastor e Rei...os Teus Conselhos, as Tuas ordens...."
Após rezar assim, abri a Palavra e Jesus me agraciou: 

"Apascenta o teu povo com o Teu cajado, o  rebanho de tua herança que mora sozinho na floresta" Mi 7,14.

Obrigado, Jesus, meu amor, minha vida...amém!


Antes de sair feche seus olhos e complete a sua adoração ouvindo e meditando na musica que postei para esta semana....


PAZ!


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

QUARESMA SÃO MIGUEL ARCANJO

Histórico Quaresma São Miguel

São Francisco de Assis costumava fazer mais de uma Quaresma durante o ano e foi ele quem instituiu a "Quaresma de São Miguel Arcanjo" com inicio no dia da festa da Assunção de Nossa Senhora, dia 15 de agosto e término na festa de São Miguel Arcanjo, dia 29 de setembro.
São Francisco reconhecia a importância de se recorrer a São Miguel Arcanjo, pelo auxilio que este Arcanjo tem em exercício das almas em salva-las no último instante da vida e o poder de ir ao purgatório retira-las de lá.
Esse era o principal motivo de São Francisco de Assis em fazer a quaresma de São Miguel Arcanjo:
“Para honra de Deus, da Bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel, príncipe dos anjos e das almas, quero fazer aqui uma quaresma”.
São Francisco, então, subiu ao Monte Alverne no dia 15 de agosto para fazer a quaresma no silencio, solidão, oração e jejum.
E, foi durante a Quaresma de São Miguel Arcanjo que São Francisco de Assis recebeu a graça dos Estigmas de Cristo em seu corpo. Relata São Francisco que durante a quaresma, estando próximo a festa da Exaltação da Santa Cruz, quando ele viu descer do alto do céu, um Serafim de seis asas flamejantes, o qual, num rápido voo, chegou perto do lugar onde ele estava. O anjo apareceu-lhe não apenas munido de asas, mas também crucificado, mãos e pés estendidos e atados a uma cruz. Duas asas elevavam-se por cima de sua cabeça, duas outras estavam abertas para o voo, às duas últimas cobriam-lhe o corpo.
Com esta visão São Francisco mergulhou num profundo êxtase e ele compreendeu que os sofrimentos da paixão de modo algum podem atingir um Serafim que é um espírito imortal, mas essa visão lhe fora concedido para ensinar que não era o martírio do corpo, mas o amor que incendiava a alma é que deveria transformá-lo, tornando o semelhante a Jesus Crucificado. Após ter um diálogo com o Serafim, conversa que nunca foi revelada aos outros, desapareceu aquela visão, deixando-lhe o coração cheio de amor  e imprimindo-lhe na carne a semelhança externa com Jesus Crucificado, ou seja, os estigmas de Cristo, que fez  como a marca de um sinete na cera que o calor do fogo fez derreter. Logo apareceu em suas mãos e pés as marcas dos cravos.
Assim, o verdadeiro e puro amor de São Francisco de Assis por Jesus tornou-o a Ele semelhante em seu corpo, através dos estigmas recebidos e terminada a quaresma, no dia da Festa de São Miguel Arcanjo, este santo desceu do monte trazendo em seu corpo este maravilhoso milagre do amor.
Francisco para não se igualar a Jesus que ficou 40 dias e 40 noites em jejum total, come ao final destes dias um pedaço de pão e bebe água, pois se achava indigno de se igualar a Jesus
Sendo assim, aprendendo de São Francisco, convido-os queridos irmãos e amigos, a fazer também a quaresma em honra a São Miguel Arcanjo que deverá ser feita assim:


QUARESMA EM HONRA A SÃO MIGUEL ARCANJO:


Inicio da Quaresma: 15 de agosto a 29 de setembro (Festa de São Miguel):


 que é necessário?

1º. O nosso coração deve estar reconciliado com Deus e cheio de bons propósitos. Faça uma análise de sua vida;

2º. Após a análise de sua vida, faça um altar com a imagem ou foto de São Miguel Arcanjo, colocando velas e flores para enfeitar o altar;

3º. Durante a quarentena, faça penitências, abstinências e uma boa confissão;

4º. Faça seu pedido particular e peça, principalmente, pela libertação da família, quebra de maldição, do jugo hereditário, ocultismo e outras intenções. Não se esqueça de fazer a sua árvore genealógica e colocar no ofertório da Santa Missa do dia 29 de setembro;

Todos os dias:


* Acender uma vela


* Oferecer uma penitência (pode-se oferecer uma mesma penitência durante toda a quaresma, ou uma por semana, ou uma por dia, como quiser).


* Fazer o sinal da cruz


* Rezar a oração inicial

* Rezar a ladainha de São Miguel

ORAÇÃO INICIAL:


"São Miguel Arcanjo protegei-nos no combate, sede nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus que instantemente vos pedimos, e vós príncipe da Milícia Celeste pela virtude Divina precipitai ao inferno a Satanás e todos os espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Sacratíssimo Coração de Jesus, tende piedade de nós (3x)."


LADAINHA DE SÃO MIGUEL


Senhor, tende piedade de nós.


Jesus Cristo, tende piedade de nós.


Senhor, tende piedade de nós.


Jesus Cristo, ouvi-nos.


Jesus Cristo, atendei-nos.


Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.


Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.


Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.


Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.


Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.


São Miguel, rogai por nós.


São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.


São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.


São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.


São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.


São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.


São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.


São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.


São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.


São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.


São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.


São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.


São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.


São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.


São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.


São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.


São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.


São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, rogai por nós.


São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório, rogai por nós.


São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.


São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.


Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.


Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.


Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.


Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo,


para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.


Oração


Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém."


LEMBRETE:


Não podemos esquecer que ao inicio da quaresma de São Miguel passamos a travar um período de combate espiritual, em vista do poder que esta oração têm contra satanás e os espíritos imundos...portanto o inimigo fará de tudo para te desanimar, inclusive, fazendo-o esquecer de rezar ou coisa do genero. Sendo assim, é imprescindível confessar-se e frequentar o máximo possível a Santa Missa para estar forte para o combate, sabendo o poder desta quaresma e as graças espirituais que irá conseguir ao término da mesma. Tenha fé, esperança e amor...


"No mundo haveis de ter aflições. Coragem eu venci o mundo!" (Jo 16, 33)

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

NOVIDADE DO BLOG

/QUERIDOS IRMÃOS,


Agora estarei postando semanalmente uma frase de São Pedro Julião Eymard, conhecido pela nossa Igreja cono o Apóstolo da Eucaristia.

Assim descreve a sua vocação de Adorador, quando orava na basílica de Fourvière, diante do altar de Nossa Senhora: “Estava rezando, quando se apoderou de mim um pensamento tão forte, que me absorveu a ponto de perder completamente todo outro sentimento: para glorificar seu Mistério de Amor, Jesus, no Santíssimo Sacramento, não tinha um corpo religioso que fizesse disso sua finalidade e a isso dedicasse todos os seus cuidados. Era necessário que houvesse um”. E quem tinha a graça para fazê-lo era ele próprio.

"Flores da Eucaristia" é o livro escrito por este santo donde serão tiradas as frases postadas no blog...certamente, estas frases serão um forte impulso para sua comunhão maior com Nosso Senhor Eucaristico, pois assim têm sido para mim...

PAZ e BEM!